MENU

Pronto para UFC 130, Thiago Alves credita família por retorno às lutas

Pronto para UFC 130, Thiago Alves credita família por retorno às lutas

Atualizado: Sexta-feira, 13 Maio de 2011 as 4:35

O brasileiro Thiago Alves enfrenta o americano Rick Story no UFC 130, no próximo dia 28 de maio em Las Vegas, com uma nova mentalidade. O "Pitbull" passou por maus momentos após perder duas lutas seguidas entre 2009 e 2010, mas diz ter aprendido bastante com os resultados negativos e estar pronto para dar a volta por cima.

Alves havia vencido sete combates seguidos antes de sofrer suas duas derrotas, para o campeão dos meio-médios, Georges St. Pierre, e para o desafiante número 1, Jon Fitch. Apesar da qualidade dos adversários, Pitbull ficou arrasado por perder duas oportunidades seguidas.

- Olhei para dentro e me questionei bastante, me perguntei se realmente devia estar neste esporte - disse o lutador ao site oficial do UFC.

Pitbull decidiu continuar e começar do zero. Ele credita dois fatores pelo seu retorno: sua família e seu potencial.

- Eu entendi que não havia muita escolha. Ou você desiste e para, ou você segue adiante, e eu nunca desisto. Sei que ainda não estou no meu auge. Tenho muito a dar e a mostrar. Lembro de toda a minha família, que me apoiou para vir aqui e me tornar um lutador, e simplesmente não poderia desistir de todos esses sonhos - contou.

Além das derrotas no Octógono, a família de Alves o ajudou a lidar com um fantasma ainda mais assustador: a malformação arteriovenosa (MAV), distúrbio congênito dos vasos sanguíneos, que acometeu seu cérebro e foi descoberta às vésperas de sua luta com Fitch. Ele passou por cirurgia e voltou a vencer em dezembro do ano passado, ao bater John Howard por decisão unânime, em uma de suas melhores atuações no UFC.

- A família é tudo. Uma vez que você passa por maus momentos, você entende o que é realmente importante para você. Uma vez que passa por isso, você sabe que não será difícil - disse o Pitbull.

 

Hoje, Alves se considera uma pessoa e um lutador diferente. Através dos anos, o meio-médio acrescentou técnicas de jiu-jitsu e wrestling ao seu Muay Thai, mas além disso, passou a ter nova atitude em relação aos treinamentos.

- Sou dez vezes o profissional que eu era. Eu sempre treinei duro porque sou trabalhador, mas eu apenas treinava porque sabia que precisava. Não sabia muito sobre o esporte, nem sobre meu corpo. Minha mentalidade quando cheguei à luta pelo título era de apenas me divertir. Agora, faço as mesmas coisas que antes, mas sempre pensando em fazer as coisas certas e tomar as decisões corretas. Sou um lutador muito melhor do que há dois anos. Acho que eu precisava chegar ao fundo do poço para voltar ao caminho certo.

O novo Thiago Alves estará sob teste na luta contra Rick Story, um jovem lutador agressivo e com poder de nocaute. Pitbull vê semelhanças entre os dois.

- Vejo a mim mesmo há alguns anos atrás. Muito agressivo, com muito poder, sempre indo para frente. Tenho certeza que ele está muito empolgado. Estive em seu lugar antes. Ele vai ter seus medos e dúvidas, e é nisso que vou capitalizar - afirmou o brasileiro.        

veja também