MENU

Quarta rodada: seis golaços, viradão no Rio, jogão na Bahia, e Timão na ponta

Quarta rodada: seis golaços, viradão no Rio, jogão na Bahia, e Timão na ponta

Atualizado: Sexta-feira, 28 Maio de 2010 as 9:30

Meio de semana repleto de golaços, seis no total, nos dez jogos da rodada #4 do Brasileirão 2010. O   Vasco, que parecia entregue à ira de sua torcida no fim do primeiro tempo, desencantou, deu um viradão à sua moda sobre o Inter e venceu por 3 a 2, em São Januário . Em Salvador,   Vitória e Galo fizeram um jogão, com sete gols , pixotada do goleiro atleticano Marcelo, e 4 a 3 para os baianos. A média de público caiu muito, pois, justamente nos dois clássicos,   São Paulo 1 x 0 Palmeiras (15.522) e   Fluminense 2 x 1 Flamengo (14.496), juntos, não conseguiram levar mais que 30.018 pagantes ao Morumbi e ao Maracanã, na quarta à noite.

Apesar do   empate por 2 a 2 com o Prudente, fora de casa, o Corinthians segue na ponta da tabela com dez pontos . O surpreendente   Ceará, que empatou por 0 a 0 com o Goiás , em Goiânia, poderia até ser líder, se vencesse por dois gols de diferença, mas pode festejar o quarto lugar, com oito pontos.

E os golaços? Na quarta-feira foram dois: Conca, ao fazer o segundo do Flu na vitória por 2 a 1 sobre o Fla. Em Salvador, Muriqui acertou um chutaço de sem-pulo após lançamento de Ricardinho. Na quinta, só em São Januário, três lindos gols: Andrezinho fez, por cobertura, o segundo para o Colorado. Mas Élton e Nilton mostraram muita precisão para ajudar o Vasco e virar o jogo e vencer a primeira na edição deste ano.

No mesmo jogo, porém, a lambança da rodada em matéria de apito. Heber Roberto Lopes errou feio ao dar um pênalti inexistente de Nei em Ernani, que se jogou descaradamente. O último golaço aconteceu em Curitiba, navitória do Atlético-PR sobre o Goianiense, por 2 a 1 : Wagner Diniz costurou dois zagueiros do Atlético-GO e mandou um balaço para dentro do gol de Edson.

Os goleiros também merecem destaque, principalmente três deles: Rogério Ceni e Fábio pegaram pênaltis de forma idêntica e garantiram as vitórias de São Paulo (1 a 0 sobre o Palmeiras) e   Cruzeiro (1 a 0 sobre o Botafogo)   . No Maracanã, Bruno fez, de falta, o primeiro gol de goleiro da edição 2010. Mas o Flu venceu por 2 a 1.

A média de gols subiu um pontinho em relação à rodada passada, que era a melhor até então com 30 gols. O golaço de Nilton sobre o Inter foi 31º da quarta rodada, que passa a ser a de melhor média, com 3,1 por jogo.

No entanto, a presença de público nos estádios diminuiu muito em relação à rodada #3, que teve média de 14,6 mil pagantes por jogo. Na rodada #4, com o total de 82.787 pagantes em dez partidas, a média ficou em 8.279. Na renda a queda também foi acentuada, com a rodada deste meio de semana atingindo um total de R$ 1.756.978,56, o que dá uma média de R$ 175.697,86 por jogo.

Em relação ao aspecto disciplinar, houve pequena melhora na comparação com a rodada passada. Enquanto no fim de semana foram mostrados 57 cartões amarelos e nove vermelhos, neste meio de semana foram 54 amarelos e oito vermelhos. O jogo mais disciplinado foi o de Goiânia, no empate sem gols entre Goiás e Ceará: nenhum cartão foi mostrado pelo árbitro brasileiro que irá à Copa do Mundo da África do Sul, Carlos Eugênio Simon (Fifa/RS). Já o que mais deu trabalho foi a partida entre os Atléticos do Paraná e de Goiás, em Curitiba: nove amarelos e dois vermelhos.

veja também