MENU

Queda livre em oito rodadas tira o Fla da zona que leva à Libertadores

Queda livre em oito rodadas tira o Fla da zona que leva à Libertadores

Atualizado: Segunda-feira, 12 Setembro de 2011 as 2:54

No dia 6 de agosto, quando Jael deixou o banco de reservas para aproveitar cruzamento de Ronaldinho e dar ao Flamengo a vitória sobre o Coritiba, o time dormiu na liderança e terminou a 15ª rodada do Brasileirão, concluída no dia seguinte, na segunda colocação, empatado com o líder Corinthians em número de pontos.

De lá pra cá, no entanto, muita coisa mudou na equipe que ficou invicta até a 17ª rodada. Já são oito jogos de jejum, com cinco derrotas - três delas para times que estão na zona da degola - e três empates. De 24 pontos possíveis, o Rubro-Negro somou só três.

A consequência da má fase já pode ser vista com clareza na tabela de classificação. Após o revés diante do Atlético-PR, em Macaé, o Flamengo termina a 23ª rodada na sexta colocação, fora da zona de classificação para a Taça Libertadores. Como o Vasco, vice-líder, conquistou a Copa do Brasil e já tem vaga assegurada, hoje, o quinto colocado também se garantiria no torneio continental. Além disso, o Fla passa a ter a pior campanha entre os clubes cariocas e é o único time que ainda não pontuou no segundo turno.

Neste período, a bruxa também andou solta. David Braz, com uma infecção pulmonar, só voltou a treinar na última semana. Por lesões, Luxemburgo perdeu Alex Silva, Thiago Neves, Airton e Luiz Antônio. Os dois primeiros já voltaram, o camisa 55 também já está liberado pelo departamento médico, mas o jovem volante não joga mais em 2011. Também chama a atenção a brusca queda de rendimento de jogadores importantes como Léo Moura, Thiago Neves e Willians.

- A questão não é a falta de um jogador. Tivemos uma série de lesões importantes com peças que estavam encaixadas. O Airton foi uma dessas, ele se encaixou ali. O momento é ruim de toda a equipe, todos nós somos responsáveis, jogadores, comissão técnica – tentou explicar-se o técnico Vanderlei Luxemburgo, após a derrota para o Furacão.

Relembre as oito partidas sem vitória

Figueirense 2 x 2 Flamengo

Tudo parecia muito bem encaminhado quando Deivid aproveitou cobrança de escanteio de Ronaldinho para marcar seu segundo gol, aos cinco minutos do segundo tempo. O Fla estava perto de sua sexta vitória seguida, uma vez que vinha de quatro triunfos pelo Brasileirão e um pela Sul-Americana. No entanto, o Figueira chegou ao empate aproveitando duas falhas da defesa. Após o jogo, a atuação do árbitro Heber Roberto Lopes foi muito criticada: “Deixou o time nervoso”, frisou Luxa, na ocasião.

Flamengo 1 x 4 Atlético-GO

Na noite em que o zagueiro Alex Silva estreou, o time conheceu sua primeira derrota no campeonato. Nem mesmo o mais pessimista rubro-negro poderia esperar por uma goleada por 4 a 1 para o Atlético-GO, no Engenhão. O Dragão, que tinha o técnico Hélio dos Anjos pela primeira vez no banco, esteve em noite inspirada e chegou a abrir 4 a 0. No fim, Jael descontou. Na tabela, o Flamengo seguiu na segunda colocação, mas viu o Corinthians abrir três pontos com a vitória sobre o Atlético-MG. Outro ponto negativo foi a perda de Airton, por conta de uma lesão no menisco do joelho esquerdo.

Inter 2 x 2 Flamengo

Sem Thiago Neves, com um estiramento na coxa, o time até teve uma boa atuação no Beira-Rio, mas deixou o jogo lamentando o empate por 2 a 2, uma vez que jogou com um jogador a mais desde o primeiro tempo, após a expulsão de Guiñazu. O Fla teve chances de vencer e ficou duas vezes à frente no placar, com gols de Ronaldinho e Jael. No entanto, em uma tarde inspiradíssima, Leandro Damião marcou um golaço de bicicleta e tirou dois pontos do clube carioca. Na tabela de classificação, poucos danos, uma vez que os principais adversários empataram na rodada, e o Corinthians perdeu para o Figueirense em casa. A diferença para o líder caiu para dois pontos.

Flamengo 0 x 0 Vasco

Flamengo e Vasco chegaram à ultima rodada do primeiro turno com chances de assumir a liderança. Welinton, porém, prejudicou o time ao ser expulso no primeiro tempo, após uma trapalhada na frente de Diego Souza. Com um jogador a menos, o Flamengo conseguiu segurar o 0 a 0 e saiu de campo com a sensação de vitória, apesar de ter perdido Alex Silva, com estiramento no ligamento colateral medial do joelho esquerdo, no início do jogo. O Corinthians mais uma vez perdeu, e a diferença para o líder caía para um ponto.

Avaí 3 x 2 Flamengo

O caldo começou a entornar na Ressacada. Com Ronaldinho inspirado - marcou dois gols -, mas a zaga batendo cabeça, o Flamengo perdeu por 3 a 2 para o Avaí e caiu de segundo para quarto, sendo ultrapassado por Vasco e Botafogo. Para piorar, viu o Corinthians vencer o Grêmio e abrir quatro pontos. Em Florianópolis, mais uma perda. O jovem Luiz Antônio sofreu uma nova lesão no ombro e não joga mais neste ano. Flamengo 1 x 3 Bahia

Sem Ronaldinho, com a Seleção Brasileira para o amistoso contra Gana, o Flamengo fez um primeiro tempo apático e foi atropelado pelo Bahia no Engenhão: 3 a 1. O placar foi construído na primeira etapa, mas o Rubro-Negro mostrou pouco, ou nenhum, poder de reação no segundo tempo. Após o jogo, Luxa disse que o Flamengo ganhou a rodada, uma vez que os demais adversários pela liderança também perderam. O São Paulo, porém, venceu e deixou o Flamengo em quinto. Corinthians 2 x 1 Flamengo

Com fama de visitante indigesto, após vencer adversários como Santos e Cruzeiro fora de casa, o Fla tinha a chance de retomar a caminhada no Brasileirão no clássico contra o líder Corinthians, no Pacaembu. No entanto, o que se viu foi um time recuado e sem ímpeto ofensivo, que até conseguiu sair na frente com Deivid, mas sofreu a virada na segunda etapa, com dois gols de Liedson. Para piorar, quase todos os adversários diretos venceram, e o Flu, com três vitórias seguidas, aproximou-se. Flamengo 1 x 2 Atlético-PR

"Agora vai", pensaram os rubro-negros. Contra o penúltimo colocado, em Macaé, o Flamengo entrou confiante em pôr um ponto final no jejum de vitórias. Alex Silva voltou, mas o futebol do time Vanderlei Luxemburgo, não. Mais uma vez, os adversários à frente do Flamengo na tabela não venceram, mas o Fluminense engatou a quarta e colocou o Rubro-Negro fora da zona de classificação para a Libertadores.            

veja também