MENU

Rapel a técnica que virou esporte

Rapel a técnica que virou esporte

Atualizado: Sexta-feira, 4 Novembro de 2005 as 12

Juliano Rodrigues

[email protected]

Criado no início do século XX, o rapel, termo utilizado para designar uma técnica do montanhismo no qual é realizado descidas de forma controlada através de cordas ou cabos mais alguns equipamentos específicos, surgiu da necessidade de estudiosos de cavernas (espeleólogos) vencer obstáculos naturais  e  conseguir alcançar alguns locais que até então eram inacessíveis ao homem em algumas cavernas localizadas entre o norte da Espanha e o sul da França.

A modalidade pode ter duas visões de conceito, ou seja, se levarmos em conta as pessoas que realizam o rapel como uma maneira de vencer obstáculos e como uma ferramenta de trabalho, a modalidade é caracterizada como uma técnica, mas se as pessoas que praticam o rapel são aventureiros de finais de semana em busca de fortes emoções, podemos considerar a modalidade como um esporte de aventura. Desta forma seu conceito depende da maneira de como ira praticá-lo.

O rapel além de ser um esporte de aventura é muito utilizado  em: técnicas verticais (descidas e subidas através de cordas), escaladas (ascensão geralmente realizada em superfícies rochosas, na maioria das vezes verticais, pelo qual se utiliza do rapel para a descida), canyoning (exploração de leitos de rios onde muitas vezes utiliza-se  do rapel para transpor um obstáculo – cachoeiras), arvorismo (passeio entre as copas das árvores, usa-se o rapel muitas vezes como forma de descer), exploração de cavernas e resgates na qual se utiliza da técnica para salvar alguém em locais de difícil acesso. Lembrando que o rapel é um esporte radical e como todo esporte radical a preocupação com a segurança deve ser uma constante para todos os praticantes. O material utilizado deve ser específico para o esporte e o acompanhamento de instrutores preparados é indispensável.

Leia também:

Skate: Um esporte que chegou para ficar Rapel a técnica que virou esporte Rally O Surf ganha o mundo  

veja também