MENU

RBR e Ferrari deixam McLaren para trás e se isolam como favoritas na F-1

RBR e Ferrari deixam McLaren para trás e se isolam como favoritas na F-1

Atualizado: Quarta-feira, 23 Março de 2011 as 10:18

A relação de forças da Fórmula 1 na temporada 2011 deve mudar pouco em relação ao ano passado, com RBR e Ferrari dominando as atenções do público na primeira parte do campeonato. A diferença é a McLaren, que também andou bem em 2010, mas desta vez começa atrás, por causa dos problemas nos testes de pré-temporada.

Entre os pilotos, o campeão Sebastian Vettel, da RBR, e o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, são os principais candidatos, com Felipe Massa e Mark Webber também na briga. Lewis Hamilton e Jenson Button, da McLaren, não podem ser descartados, é claro, mas os problemas no início podem comprometer o ano todo. Confira abaixo o que esperar dos favoritos nesta temporada da Fórmula 1.

- Sebastian Vettel (RBR)  

Mais jovem campeão da história da Fórmula 1, o alemão busca uma maior regularidade na temporada 2011. Afinal, no ano passado, ele só liderou o campeonato após a corrida em Abu Dhabi, a última, quando era o azarão na disputa do título. Cometeu alguns erros graves ao longo do ano, mas conseguiu se acertar após o acidente com Jenson Button no GP da Bélgica.

O desafio em 2011 é aproveitar o bom carro da RBR, projetado por Adrian Newey e que foi o mais regular da pré-temporada, para ter um ano com menos sobressaltos. Entretanto, ele terá de enfrentar o maior desafio de sua carreira até agora: a pressão da defesa de um título, coisa que a maioria dos campeões do mundo dizem que é um dos momentos mais complicados.

- Fernando Alonso (Ferrari)  

Bicampeão da Fórmula 1, o espanhol perdeu o título da temporada passada na última corrida, após um erro no momento do pit stop e ficar preso atrás de Vitaly Petrov, da Renault. Em 2011, mais entrosado com a Ferrari, onde chegou no ano passado, e com um carro bastante confiável, como visto nos testes de pré-temporada, ele deve vir ainda mais forte.

Apesar do vice-campeonato em 2010, Alonso cometeu alguns erros importantes na temporada passada. O maior deles aconteceu em Mônaco, quando bateu no terceiro treino livre e teve de largar no fim do pelotão, perdendo as chances de vitória na corrida. Em 2011, a meta é repetir a regularidade dos anos de Renault, quando raramente quebrava ou cometia erros.

- Felipe Massa (Ferrari)

O brasileiro teve um 2010 muito longe do esperado para ele, principalmente por causa dos problemas com o aquecimento dos pneus e pelo incidente do GP da Alemanha, quando teve de ceder a vitória a Fernando Alonso. Ele, que nunca fugiu de um desafio e já derrotou Kimi Raikkonen dentro da equipe um ano após o título mundial do finlandês, precisa mostrar novamente seu poder de reação e superar o bicampeão espanhol na preferência da equipe.

Sem vencer desde o GP do Brasil de 2008, quando foi um dos protagonistas de uma das mais emocionantes decisões de título da F-1 e ficou com o vice, Massa começou o ano bem. Ele se adaptou bem aos pneus Pirelli, menos resistentes e que exigem uma tocada mais suave. Desde os primeiros testes em Abu Dhabi, o brasileiro sempre esteve entre os primeiros. Além disso, o 150º Itália, carro da equipe italiana para 2011, parece casar bem com seu estilo.

- Mark Webber (RBR)  

O australiano foi a grande surpresa da temporada passada. Tido como apenas o segundo piloto da RBR, coadjuvante da então revelação Sebastian Vettel, ele liderou boa parte do campeonato e perdeu o título apenas no fim, após um erro na Coreia do Sul e corridas apáticas no Brasil e em Abu Dhabi. Entretanto, provou aos críticos que pode andar em alto nível na F-1.

Veterano de 34 anos, Webber caminha para o fim de sua carreira na Fórmula 1 em breve. A RBR, por exemplo, só renovou seu contrato para esta temporada e existe a pressão dos dirigentes para a entrada de um jovem valor do programa de desenvolvimento da equipe. Cabe a ele provar, em 2011, que ele ainda pode andar bem por alguns anos na categoria.

- Lewis Hamilton e Jenson Button (McLaren)  

Os ingleses da McLaren disputaram o título durante boa parte da temporada passada, mas entram em 2011 com uma interrogação em suas cabeças: como o carro da equipe vai reagir neste ano após os problemas de confiabilidade na pré-temporada? Os engenheiros do time estão trabalhando em soluções, mas as primeiras corridas prometem ser problemáticas.

Quanto aos pilotos, Lewis Hamilton andou muito bem na temporada passada e fez uma primeira parte bastante madura, marcando pontos e pensando em longo prazo. Entretanto, alguns erros nas últimas corridas do ano comprometeram a luta pelo bi. Em 2011, ele terá de lidar com a menor resistência dos novos pneus em seu estilo agressivo de pilotagem.

Campeão de 2009 com a Brawn GP, Jenson Button tem um estilo de pilotagem conservador, que o deve ajudar na tarefa de adaptação aos novos pneus. Ele foi um dos poucos pilotos a elogiar a novidade da Pirelli e pode acabar se dando bem. Entretanto, precisa ser um pouco mais agressivo em corridas-chave. Em 2010, o inglês pecou neste aspecto.      

veja também