MENU

Real perde para o Lyon em noite apagada de galácticos

Real perde para o Lyon em noite apagada de galácticos

Atualizado: Quarta-feira, 17 Fevereiro de 2010 as 12

A presença de Zinedine Zidane em Lyon não ajudou muito o Real Madrid nesta terça-feira. Com o ex-craque nas sociais do estádio Gerland, a equipe madrilenha viu o time da casa mostrar mais uma vez por que tem sido uma pedra no sapato nos últimos jogos. Makoun, no primeiro minuto do segundo tempo, fez o gol da vitória do time francês por 1 a 0 pela primeira partida das oitavas de final da Liga dos Campeões .

Com Kaká muito mal no jogo e Cristiano Ronaldo exagerando nas firulas, o Real Madrid não mostrou em nenhum momento o talento que o time tem no papel. Apesar da pressão nos últimos minutos, a equipe espanhola viu o Lyon dar um show de dedicação e organização em campo para ficar com a vitória.

Os brasileiros tiveram atuação apagada na partida. Além de Kaká, o lateral-esquerdo Marcelo esteve muito mal no jogo. Pelo Lyon, Cris não teve muito trabalho. Michel Bastos entrou só no fim, no lugar de Delgado, enquanto Éderson ficou no banco.

Confira a galeria de fotos da rodada desta terça da Liga dos Campeões

O jogo de volta acontece no próximo dia 10 de março, no Santiago Bernabéu. O Real precisa vencer por dois gols de diferença para ficar com a vaga. Uma vitória simples do time da casa leva o jogo para a prorrogação, e o empate dá a classificação para o Lyon.

Lyon é melhor no primeiro tempo

A etapa inicial começou em ritmo lento. As duas equipes tocavam a bola no meio-campo, sem muita objetividade. O primeiro bom lance veio com o time da casa. Delgado fez ótimo lançamento para Govou, nas costas de Marcelo. O atacante francês emendou de primeira, por cima do gol de Casillas.

Assista aos melhores momentos da partida:

Dois minutos depois, Govou voltou a infernizar a vida do lateral brasileiro. Ele recebeu na área e, com um toque simples, dominou e encobriu Marcelo, mas chutou mal. A primeira boa chance do Real saiu dos pés de Cristiano Ronaldo, aos 15 minutos. O atacante português deu belo passe de letra para Higuaín, mas Boumsong se adiantou e salvou o time francês.

Aos 19, Lisandro López recebeu na ponta esquerda, carregou para dentro da área e chutou para fora em mais uma boa chance do Lyon. No minuto seguinte, o Real respondeu. Kaká, apagado até então, recebeu na entrada da área e tocou par a chegada de Marcelo, que chutou rasteiro. A zaga francesa conseguiu afastar.

Os dois times continuavam a tocar a bola sem muita inspiração. Pelo Real, Kaká não se acertava em campo, e Cristiano Ronaldo só aparecia em jogadas de efeito, longe do gol de Hugo Lloris. Enquanto isso, o time da casa era mais consistente e voltou a ameaçar aos 31. Lisandro López chutou de longe, com perigo.

Outro brasileiro em campo, Marcelo também não mostrava um bom futebol. Tanto que fez duas faltas duras em sequência e recebeu o amarelo. Com o cartão, o lateral-esquerdo vai desfalcar o Real na partida de volta.

Aos 37 minutos, após cruzamento da direita, Lisandro López subiu sozinho no meio da área em posição duvidosa, mas cabeceou fraco. Três minutos depois, a melhor chance do jogo. O argentino Delgado aproveitou rebatida da zaga e mandou uma bomba, na trave direita de Casillas. Os dois times, no entanto, foram para o intervalo sem marcar.

Lyon abre o placar no primeiro minuto

No segundo tempo, o Real voltou com Garay no lugar de Marcelo, que deu muito espaço pela esquerda. O time madrilenho, porém, começou a etapa final com os mesmos erros de marcação. Assim, logo no primeiro minuto, o camaronês Makoun pegou bola na intermediária carregou com tranquilidade e, sem ser importunado, mandou um belo chute no ângulo, sem chances para Casillas.

Atrás no placar, o Real tentou buscar o empate, e teve boa chance com Kaká, aos três minutos. O brasileiro aproveitou cruzamento da esquerda, e se abaixou para cabecear, mas Lloris fez a defesa. O Lyon voltou a incomodar aos quatro. Depois de confusão na área, a bola bateu em Garay e quase enganou Casillas.

A equipe francesa teve nova chance de ampliar o placar aos 12 minutos. Casillas saiu muito mal com a bola, e Lisandro López pegou a defesa toda desarmada. O atacante argentino chutou forte, mas a bola passou à esquerda do gol madrilenho.

O Real foi para cima, à base da categoria de Cristiano Ronaldo. O craque português recebeu na esquerda, carregou para o meio e, mesmo bem marcado, acertou belo chute. A bola desviou na zaga e ia no ângulo, mas Lloris fez ótima defesa. O jogo, então, ganhou em velocidade

Aos 16 minutos, Cissokho invadiu a área e chutou forte, para boa defesa de Casillas. Na sequência, Sérgio Ramos fez ótimo lançamento para Higuaín, que carregou e tentou dar um toque por cima de Lloris, que evitou o gol. Pellegrini, então, resolveu colocar Benzema, que atuou pela primeira vez contra sua ex-equipe, no jogo.

Em sua primeira jogada, o atacante fez boa jogada individual e tocou para Cristiano Ronaldo na entrada da área. O português mandou para fora. Aos 30, o camisa 9 do Real recebeu lançamento na área, mas Lloris chegou para afastar. O atacante reclamou da trombada e pediu pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

O time de Madri continuou sua busca pelo empate. Depois de cobrança de escanteio, Sérgio Ramos apareceu livre para cabecear, mas mandou para fora. Aos 38, Granero recebeu na área e mandou de primeira, mas mandou para fora.

O técnico Claude Puel, então, pôs Michel Bastos em campo, mas o lateral, convocado por Dunga para a partida contra a Irlanda, não teve tempo de fazer muito. O Real manteve a pressão, mas ficou nisso, para delírio dos torcedores do time francês.

veja também