MENU

Redução na elite pretende acabar com a acomodação dos surfistas

Redução na elite pretende acabar com a acomodação dos surfistas

Atualizado: Quarta-feira, 17 Fevereiro de 2010 as 12

Para o atual bicampeão mundial de surfe, as novas regras do Circuito Mundial farão bem ao esporte. O australiano Mick Fanning espera que, com a redução do número de surfistas de 45 para 32, os surfistas deixem a acomodação de lado. A etapa de abertura começa no dia 27, na Gold Coast australiana, o “quintal” da casa de Fanning. 

- As mudanças foram introduzidas para acabar com essa acomodação. Se não melhorarem, vão perder seu lugar já no mesmo ano - disse.

Após as cinco das dez etapas – Gold Coast (AUS), Bells Beach (AUS), Imbituba (BRA), Jeffreys Bay (AFS) e Teahupoo (TAH) -, apenas os 32 primeiros colocados continuarão no Circuito Mundial. A eles se juntarão, a cada campeonato, os dez melhores do ranking unificado (que inclui o ranking do WQS, a divisão de acesso) e mais quatro convidados.

O ranking da elite considera os oito melhores resultados da temporada. O campeão de cada etapa ganha dez mil pontos. No ranking unificado, as etapas seis estrelas prime dão ao vencedor 6.600. As seis estrelas, três mil.

- Vai ser extremamente interessante ver como as coisas se desenrolarão no primeiro evento com as mudanças entrando em jogo. Os novatos não poderão ir para a primeira etapa pensando que terão chance de recuperação no final do ano. Estou esperando mais compromisso e risco para os caras que têm ficado na parte de baixo da classificação – disse.

veja também