MENU

Renan supera drama pessoal para voltar ao time titular do Inter

Renan supera drama pessoal para voltar ao time titular do Inter

Atualizado: Quarta-feira, 20 Abril de 2011 as 10:26

Renan vive boa fase no retorno ao time titular do Inter (Foto: Marcos Nagelstein / Vipcomm)

  A dificuldade natural de uma disputa por posição em um clube do tamanho do Inter não foi a única barreira a ser superada por Renan. O novo goleiro titular colorado também teve que lidar com uma barra pessoal antes de retomar a condição de dono da meta vermelha, aproveitando lesão de Lauro. No início de março, o jogador foi abalado pela morte de sua mãe, Zilá Terezinha de Brito Soares, em um acidente de carro. O pai dele, Alberto Furtado Soares, ficou gravemente ferido.

Renan chegou a ser afastado de alguns jogos. Não foi à Bolívia (para o jogo com o Jorge Wilstermann), por exemplo, para poder acompanhar a recuperação de seu pai. Um mês e meio depois da tragédia, o goleiro tenta tocar a vida. E se apega à memória da mãe dele para dar a volta por cima.

- Meu momento no ano passado foi difícil, mas nada se compara com meu momento pessoal, com a perda da minha mãe. Meu pai felizmente está melhorando. É complicado. Tenho uma relação de extrema união com minha família. Agora, é um momento em que nasceu minha filha. Essas coisas acontecem. Não podemos escolher momento. Minha mãe está no céu torcendo por mim. O maior orgulho dela era me ver jogando, principalmente com a camisa do Internacional – disse o jogador.

Renan lida com a dor da morte da mãe. E se apega à recuperação do pai, em vias de deixar o hospital.

- O futebol e a vida andam juntos. Tem que seguir trabalhando. Nunca mais vai ser igual. Mas cada vitória, cada coisa positiva, vai ser especial, porque tenho a oportunidade de seguir com meu pai – comentou Renan.

O atleta vive novo momento na carreira. Depois da instabilidade no ano passado, Renan mostra segurança na volta ao gol colorado. Ele retornou contra o Santa Cruz e deu sequência diante do Emelec. Não foi vazado.      

veja também