MENU

Renato Gaúcho chega ao Chile confiando na 'imortalidade' gremista

Renato Gaúcho chega ao Chile confiando na 'imortalidade' gremista

Atualizado: Terça-feira, 3 Maio de 2011 as 8:37

Renato viajou com o Grêmio nesta segunda-feira (Foto: Wesley Santos/Pressdigital)

  Após cinco horas de viagem, somadas a duas horas de atraso para a saída em Porto Alegre, a delegação do Grêmio chegou a Santiago do Chile no final da noite desta segunda-feira.

Cansados, os integrantes do grupo tricolor seguiram do aeroporto direto para o Hotel Sheraton, onde permanecerão concentrados até a noite de quarta - quando, às 21h50m, o Grêmio enfrenta o Universidad Católica no jogo de volta das oitavas de final da Taça Libertadores.

Devido à derrota em casa por 2 a 1, será preciso aos tricolores vencer por pelo menos dois gols de diferença, ou então a partir de 3 a 2, para seguir na competição continental.

Frente às dificuldades - obrigação de vitória, sete desfalques, apenas 17 jogadores na delegação, e time praticamente reserva - Renato Gaúcho aceita o apelido de 'imortal' com o qual o Grêmio é conhecido desde a composição do hino do clube, por Lupicínio Rodrigues.

Perguntado se a 'imortalidade' tricolor seria importante contra a Universidad Católica, Renato Gaúcho concordou, na chegada ao hotel:

- É um pouco de tudo. É lógico que a imortalidade vai ser fundamental também nesse jogo de quarta-feira. Não podemos nos entregar nunca. Temos de buscar o resultado, sabemos o quanto é difícil, mas é por isso que o Grêmio carrega essa imagem de imortal.

Sobre o adversário, o treinador do Grêmio destacou a velocidade nos contra-ataques.

- Eles têm um contra-ataque muito rápido, em Porto Alegre tínhamos de atacar e deixamos espaços. Com a expulsão do Borges, com dez em campo, as coisas ficaram mais difíceis. Aqui temos mais 90 minutos, e teremos onze jogadores em campo - concluiu.      

veja também