MENU

Renato sobre rodízio com Pet: 'Acaba sobrando para alguém'

Renato sobre rodízio com Pet: 'Acaba sobrando para alguém'

Atualizado: Quarta-feira, 15 Setembro de 2010 as 10:19

Assim que chegou ao Flamengo, no fim de agosto, a nova comissão técnica constatou um desequilíbrio físico no grupo rubro-negro. A primeira medida da equipe de Silas foi tentar diminuir os efeitos no rendimento do time. Alguns jogadores, como os meias Renato e Petkovic, sofreram mais com o desgaste da maratona de jogos.  

Aos 38 anos, Pet não consegue se apresentar em nível pleno durante 90 minutos e foi para o banco de reservas. Depois de três anos nos Emirados Árabes, cujo grau de exigência física é bem inferior ao brasileiro, Renato retornou, teve pouco tempo para se adaptar e o reflexo veio dentro de campo. Atuações ruins, críticas e vaias da torcida. Os dois passaram a conviver com a ameaça de perder a vaga no time e viraram concorrentes. Pelo menos por enquanto, não jogam juntos.

- São muitas questões que se colocam quando você não tem resultado. Até o ano passado, o Pet estava jogando, o time estava ganhando, foi campeão brasileiro e não teve nenhum problema com isso. Este ano, alguns problemas estão sendo colocados sobre ele e sobre a minha chegada. Neste momento, não temos de falar muito, temos que resolver alguns assuntos internamente e trabalhar. Não estou atrapalhando por estar mal fisicamente e não é o Pet que está atrapalhando e por causa da idade está mal fisicamente. O Flamengo está num momento delicado e acaba sobrando para alguém – disse Renato.

Petkovic durante treino em Presidente Prudente

(Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)   No último sábado, o camisa 11 não foi relacionado para a partida contra o Vitória, em Volta Redonda. A preparação física decidiu poupá-lo e recondicioná-lo. Bastou um novo resultado ruim (empate por 2 a 2) para ser chamado. Após dois dias de treinos à parte, entrou na lista para enfrentar o Grêmio Prudente, nesta quarta-feira, fora de casa. Continua longe da forma ideal, mas se coloca à disposição, não se assusta com o risco de receber novas críticas e deve ser titular. Silas não confirma, mas Pet pode voltar para o banco. 

- Sou um jogador que tem muita personalidade, assumo as coisas que eu faço, como assumi quando cheguei. Mas é claro que ficamos chateados quando colocam os resultados em cima disso. Não é momento de crítica, de analisar um por um. É hora de se agarrar e procurar mudar a situação – frisou.

Flamengo e Prudente se enfrentam às 22h, no Prudentão. O Rubro-Negro não vence há sete partidas, tem 23 pontos e está em 16º, apenas dois pontos à frente da zona de rebaixamento.   Por Richard Souza Presidente Prudente, SP

veja também