MENU

Reunidas, cidades da Copa-2014 tentam "peitar" Fifa

Reunidas, cidades da Copa-2014 tentam "peitar" Fifa

Atualizado: Sábado, 9 Julho de 2011 as 8:31

Em um fórum em Cuiabá, os coordenadores das sedes da Copa-2014 reclamaram do tratamento dado pela Fifa às cidades que se preparam para receber os jogos do Mundial. Os participantes decidiram se unir para "peitar" a entidade que comanda o futebol mundial.

O evento com coordenadores das cidades-sedes da Copa foi realizado no fim de junho, organizado a portas fechadas, mas a Folha teve acesso a um áudio desse fórum.

Se elogiam em público a Fifa e Ricardo Teixeira, presidente do COL (Comitê Organizador Local), longe dos holofotes os coordenadores criticaram e usaram palavras como "absurdo" e "ridículo" para classificar o tratamento dado pela Fifa. Questionaram a exigência da certificação ambiental Leed, emitida por ONG americana e citada no caderno de estádios. O alvo foi escolhido porque, ao contrário do que as cidades-sedes imaginavam, o Leed não é exigido pelo BNDES para liberar empréstimos --vale qualquer certificado com credibilidade.

A Fifa diz que o certificado de obra sustentável aumentará os gastos das arenas, mas que é apenas uma recomendação, e não uma exigência. O caderno de estádios da entidade afirma que as novas arenas são "encorajadas" a adotar o Leed, a um custo de até 5% do total da obra.

"Para a Fifa, sustentabilidade é de extrema importância, e entendemos que, apesar de exigir investimentos, eles se pagam no longo prazo, além do benefício ambiental", disse a entidade.

O COL não respondeu as perguntas.    

veja também