MENU

Ricardo Ferreira começa bem no Paulista Pro

Ricardo Ferreira começa bem no Paulista Pro

Atualizado: Sexta-feira, 29 Agosto de 2008 as 12

Ricardo Ferreira começa bem no Paulista Pro

Com a maior nota, atleta da South to South é destaque na competição

Ricardo Ferreira teve um bom começo na etapa de abertura do Circuito Paulista de Surf Profissional, encerrado no último domingo, dia 24 de agosto, na praia de Maresias, em São Sebastião (SP). Com ótimas ondas, o evento reuniu 89 atletas. Segundo Ferreira, "chegar entre os primeiros não foi tarefa fácil, já que a prova reúne os melhores surfistas de vários estados brasileiros".

Apesar de não ter vencido, Ferreira ficou satisfeito com o resultado. "Comecei bem no circuito paulista terminando em quinto. Trabalhei consciente durante as baterias e consegui a maior nota de toda a competição", comemora o surfista de 24 anos.

Por muito pouco, ele não disputou o título. "Foi por apenas quatro centésimos que fiquei de fora da final. Eu fiz a maior nota desta disputa, um 6,5, e fiquei precisando trocar um 3,5, mas faltaram esses quatro centésimos. Porém é só o começo e muita água ainda vai rolar", avisa.

Para ele, a bateria anterior à semifinal foi a mais difícil. "Nas quartas a disputa estava bem apertada porque as ondas estavam fechando muito e todos precisam de pouca nota. E como eu estava em segundo, tive que ficar marcando o Heitor Pereira que podia virar caso viesse uma boa para ele".

Sobre a onda que lhe rendeu a maior nota da competição (9,33), na primeira bateria das oitavas-de-final, ele explica com detalhes: "Ela parecia que ia fechar. Então, eu já fiquei em pé e sai acelerando. Com muita velocidade acertei um rasgadão, dei uma batida passando e finalizei com uma outra batida forte na junção, com fluidez e usando o critério. Felizmente ela não fechou".

Atual vice-campeão do circuito, Ricardo Ferreira melhorou seu resultado em comparação ao do ano passado na mesma praia de Maresias, quando ficou em décimo sétimo. "Entrei nas baterias com muita determinação e vontade de passar, pois sabia que estava bem preparado". Para se concentrar, ele dá a dica. "Costumo escutar músicas e lembro de tudo que já fiz para chegar onde estou. Isso me dá força".

Integrante da elite nacional há quatro anos, Ricardo está satisfeito com os resultados que vem alcançando. "Meu primeiro semestre foi muito bom. Comecei o ano ficando em nono lugar no SuperSurf e venci o Nescau Xpression Session com a manobra mais radical, embolsando 10 mil reais. Depois na etapa do Nordeste, fiquei em nono de novo. No circuito mundial WQS 5 estrelas, na Bahia, fiz o meu primeiro pódio, terminando em terceiro lugar".

Sobre o Paulista Profissional, ele sabe que a disputa será acirrada nas próximas duas etapas. "Estou bastante motivado, entretanto as chances são as mesmas para todos. O circuito paulista é um dos regionais mais fortes do Brasil".

Além de Ricardo Ferreira, outros atletas completam a equipe de surf da South to South. Entre eles estão: Renato Galvão (Pro); Emerson Piai (Pro); Lucinei Malas (Pro); Yagê Araújo (Amador); Aline (Longboard); Alemão de Maresias (big rider e freesurfer); Luiz Saraiva, Guilherme Ribeiro e Anjinho (freesurfers).

Para visitar o site da South to South e conhecer a marca e suas novidades, basta acessar: www.southtosouth.com.br

veja também