MENU

Ricardo Gomes é internado após sofrer AVC

Ricardo Gomes é internado após sofrer AVC

Atualizado: Segunda-feira, 22 Fevereiro de 2010 as 12

O técnico Ricardo Gomes foi internado por volta da meia-noite deste domingo no Hospital São Luiz, unidade Morumbi, em São Paulo, após sofrer uma vasculite, considerada um pequeno AVC (acidente vascular cerebral). O treinador sentiu dores de cabeça e formigamento no braço, logo após a derrota para o Palmeiras. No hospital, fez exames de ressonância magnética que indicaram a inflamação numa parede de uma veia do cérebro. Além disso, apresentou também um sangramento do tamanho de um grão de arroz. Ainda pela manhã, Gomes fez uma tomografia, onde nada foi constatado com os sinais neurológicos. O treinador está lúcido, e depois de passar a manhã em observação na UTI (unidade de terapia intensiva) foi transferido para um quarto normal. Ainda não há previsão de alta.

- Tecnicamente, é um AVC que, a princípio, não preocupa tanto. Vamos investigar a causa do problema, mas, na maioria dos casos como este, não é possível descobrir a origem. Mas em nenhum momento ele perdeu a consciência - explicou o superintendente de futebol tricolor, Marco Aurélio Cunha, que disse ter conversado com o técnico durante a madrugada.

Segundo Marco Aurélio, o treinador deve ficar duas semanas de repouso. Com isso, o técnico está fora da viagem desta terça-feira para a Colômbia, onde, na quinta, o Tricolor Paulista enfrenta o Once Caldas, pela Libertadores. O auxiliar Milton Cruz vai comandar a equipe.

No fim da manhã desta segunda, dia 22, foi divulgado o primeiro boletim médico pela equipe médica do Hospital São Luiz. Veja a íntegra:

"O técnico do São Paulo, Ricardo Gomes, deu entrada no pronto socorro do Hospital São Luiz, unidade Morumbi, na noite do dia 21 de fevereiro, com quadro de parestesia (formigamento do ombro direito). Após avaliação clínica e neurológica, foi submetido a um estudo angiográfico e tomográfico de crânio, sendo detectada uma pequena alteração vascular cerebral e, por medida de precaução, permaneceu internado na UTI até esta manhã. Neste momento, encontra-se clinicamente estável, contactante, com todos os sinais vitais e neurológicos preservados, sem qualquer sequela, o que possibiltou sua transferência para o quarto. Permanecerá hospitalizado para continuidade da investigação diagnóstica, sem data prevista de alta.

Diretoria médica Hospital São Luiz - São Paulo, 22 de fevereiro de 2010"

Por: Marcelo Prado

veja também