MENU

Rio 2016 anuncia parceria com Barcelona para usar os Jogos de 1992 como modelo

Rio 2016 anuncia parceria com Barcelona para usar os Jogos de 1992 como modelo

Atualizado: Quinta-feira, 18 Março de 2010 as 12

A prefeitura do Rio de Janeiro oficializou nesta quinta-feira o objetivo de usar a experiência bem-sucedida de Barcelona-1992 como modelo para as Olimpíadas de 2016. Em cerimônia realizada no Palácio da Cidade, o prefeito Eduardo Paes e o ex-prefeito da cidade espanhola Pasqual Maragall assinaram um acordo no qual fica estabelecida uma parceria em prol dos Jogos do Rio.

- Barcelona é, sem dúvida, o grande modelo que temos a seguir. De fato, a cidade se transformou por completo com as Olimpíadas. Os Jogos sempre servem à cidade. O desafio é como podemos tirar o máximo disso – disse o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

Durante dois dias, nesta quinta e sexta-feira, um seminário intitulado como “A Olimpíada e a Cidade: Conexão Rio-Barcelona” será realizado no Palácio da Cidade e na sede do Instituto de Arquitetura Brasileira. Na ocasião, serão feitas as primeiras discussões sobre como Barcelona poderá ajudar na organização dos Jogos do Rio. Revitalização urbana, legado e desenvolvimento econômico estarão entre os assuntos abordados.

- Essa reflexão é para que possamos, de fato, transformar os Jogos numa experiência que seja modificadora para a cidade do Rio de Janeiro. É uma oportunidade que temos. Barcelona se transformou completamente a partir dos Jogos Olímpicos justamente por fazer essa reflexão – disse Paes.

Maragall e sua equipe farão sugestões ao Rio de Janeiro, além de apresentar ao Comitê Rio-2016 detalhes dos projetos urbanos e estruturais realizados para os Jogos de 1992.

- Nós vamos contratar o time do prefeito Maragall para que ele possa trabalhar fazendo essa reflexão. Eu não tenho essa ideia concreta ainda, mas muito provavelmente nós vamos instituir uma espécie de comitê, que reflita sobre todas as intervenções urbanas da cidade – explicou o prefeito do Rio de Janeiro.

Pasqual Maragall, que teve a companhia do presidente da Câmara da Espanha, Eugenio Cabanes, destacou o poder de transformação da cidade ao sediar as Olimpíadas.

- Os Jogos Olímpicos foram um momento de recuperação da memória histórica, um momento de reivindicação da cidade ao país. Os Jogos são importantíssimos na reconstrução de uma cidade – afirmou Maragall.

veja também