MENU

Rio vence e fica a apenas um ponto do Osasco a três rodadas do fim do returno

Rio vence e fica a apenas um ponto do Osasco a três rodadas do fim do returno

Atualizado: Quarta-feira, 17 Março de 2010 as 12

Substituir a melhor líbero do país não é tarefa fácil. Mas Michelle não se intimidou. Improvisada na função, a ponteira assumiu a vaga de Fabi, que ainda se recupera de uma contratura muscular na coxa direita, e ajudou o Rio de Janeiro a vencer o Brusque/Pomerode por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/15 e 25/14, em 1h19m, no ginásio do Tijuca Tênis Clube.

Regiane foi a maior pontuadora do jogo, com 13 acertos. O resultado levou a equipe carioca à vice-liderança da Superliga Feminina, com apenas um ponto a menos que o Osasco (40 a 39), na conclusão da 11ª rodada do returno.

- O grupo sentiu um pouco a ausência da Fabi, o que é natural, já que elas estão juntas há muito tempo. Mas a Michelle jogou muito bem, sustentou a partida – elogiou o técnico do Rio de Janeiro, Bernardinho.

Satisfeita com seu desempenho em quadra, Michelle contou que não foi a primeira vez que jogou como líbero.

- Há cerca de três anos, quando jogava por Macaé, atuei como líbero numa semifinal. Foi uma responsabilidade muito grande substituir a Fabi, uma das melhores líberos do mundo. Treino todo dia para fazer o melhor, independentemente da posição em que jogo. As meninas me passaram muita confiança e tentei corresponder à altura. O time entrou meio parado no primeiro set, mas depois o jogo fluiu muito bem. Fizemos uma partida taticamente correta, com boa defesa, passe e bloqueio. O conjunto funcionou – afirmou.

Na próxima rodada, o Rio de Janeiro enfrentará o Santa Catarina, na quinta-feira, às 19h30m (de Brasília). Caso vença, assumirá a liderança temporária da competição, já que Osasco, primeiro colocado, terá uma folga e só voltará a jogar no sábado. 

Mas antes de descansar o líder venceu mais um duelo.E com gosto de revanche. Depois de perder para o Sport no primeiro turno, seu único algoz na fase inicial da Superliga, o Osasco venceu o time Pernambuco por 3 sets a 0, parciais de 25/22, 25/19 e 25/23.

- Estávamos meio que engasgadas com o time do Sport. Queríamos dar o troco e conseguimos. Não jogamos a nossa melhor partida na Superliga, mas a vitória por três sets a zero foi importante para essa reta final de fase classificatória. Quanto menos sets perdermos, melhor a nossa classificação final – disse a oposto Natália.

A ponteira Jaqueline, do Osasco, foi a maior pontuadora do duelo ao marcar 24 pontos - 18 de ataque, cinco de bloqueio e um de saque. O time paulista volta à quadra no sábado contra o Macaé.

veja também