MENU

Rivais no Paulista, Júlio César e Rafael precisam fechar o gol na final

Rivais no Paulista, Júlio César e Rafael precisam fechar o gol na final

Atualizado: Sexta-feira, 13 Maio de 2011 as 4:43

O clássico entre Corinthians e Santos, pela final do Campeonato Paulista 2011, será disputado não só no ataque, mas também debaixo das traves. De um lado, o goleiro Júlio César, do outro, Rafael. Eles complicaram a vida dos atacantes na primeira partida da decisão, e fizeram com que esse fosse o único clássico regional que terminou em 0 a 0 no último fim de semana. Por essas e outras atuações, os arqueiros foram considerados os "Vilões do É Gol!!!".

O camisa 1 do Timão começou sua carreira nas categorias de base do clube, onde conquistou duas vezes a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Desde essa época, já tinha o sonho de se tornar profissional e se firmar no alvinegro. Apesar de não contribuir com o "É Gol!!!", Júlio César afirma que defender é sua função e, assim como Rafael, do Santos, fica feliz com a homenagem do programa.

&S232;&S232;- Pretendo não passar no "É Gol!!!" tomando gol então, como vilão está bom de mais - disse.

&S232;&S232;Já Rafael relembrou uma defesa contra o Vitória, pela Copa do Brasil, que marcou sua carreira. O arqueiro do Peixe saiu do gol para defender o chute de Schwenck e conseguiu evitar a finalização do jogador. O momento inesquecível de Júlio César foi o a defesa do pênalti batido por João Vitor, do Palmeiras, na semifinal do Paulistão. Apesar da amizade e elogios trocados com o adversário da próxima partida, Rafael avisa que vai se esforçar para que o título fique na Vila Belmiro.&S232;

 - O Júlio é um amigo particular, acho que ele merece tudo que está vivendo no Corinthians. Fico muito feliz por ele, mas espero que dê tudo certo para nós, e que ele possa ir bem nos jogos, mas que o título fique aqui em Santos - afirmou.        

veja também