MENU

Rivalidade dentro e fora de campo: Juvenal e Andrés apimentam clássico

Rivalidade dentro e fora de campo: Juvenal e Andrés apimentam clássico

Atualizado: Domingo, 27 Março de 2011 as 9:18

Um tabu de quatro anos, o clássico mais comentado do futebol paulista das últimas temporadas e troca de farpas frequentes. A rivalidade entre São Paulo e Corinthians, que duelam às 16h deste domingo, na Arena Barueri, pelo Campeonato Paulista, ultrapassa as quatro linhas e ganha os bastidores. Sempre cheia de ironias e cutucadas, Juvenal Juvêncio e Andrés Sanches recheiam jornais e programas esportivos com alfinetadas. Há dois anos é assim, com discussões por causa de estádio, ingressos e até apresentação de estrelas como Luis Fabiano e Adriano, contratados por Tricolor e Alvinegro, respectivamente.

A rixa entre os dois dirigentes começou em 2009, quando Andrés assumiu a presidência do Corinthians. Logo quando tomou posse, o dirigente disse que não mandaria suas partidas no Morumbi, como represália pelo fato de o Tricolor Paulista ter determinado apenas 10% da carga de ingressos para os Alvinegros, em dias de clássicos com o São Paulo. A decisão foi prontamente respondida por Juvenal, que disse não precisar do dinheiro do rival para manter seu estádio, que vive também do aluguel de camarotes e shows.

O clima entre as duas diretorias esquentou ainda mais depois do veto da Fifa ao Morumbi, como estádio para a abertura da Copa de 2014, no Brasil. Andrés vibrou, principalmente porque a entidade, mesmo sem ver o Fielzão em pé, cogita usá-lo no Mundial. Juvenal, então, questionou as condições do local escolhido para abrigar o estádio corintiano e o sistema de transporte. Ele ainda sonha em ver a disputa sendo realizada na sua arena.

- Vocês sabem que, além da área do estádio, precisa ter duas áreas, uma de 50 mil metros quadrados e outra de 30 mil metros quadrados para atender a Fifa, que quer espaço VIP e outras coisas. Onde vai fazer isso em Itaquera? Não tem como fazer isso. Nesse lugar não tem planta, não tem subsolo, não tem fundação, não tem caderno de encargos da Fifa - disse o cartola são-paulino.

Andrés não perdeu a chance de rebater o rival, que foi citado somente pelo nome do bairro paulistano onde o clube está hospedado.

- Infelizmente, a discriminação prevalece no Jardim Leonor.Recentemente, São Paulo e Corinthians têm travado uma briga pelos holofotes. O Tricolor acertou o retorno de Luis Fabiano para o clube. O troco foi dado também em grande estilo pelo Alvinegro: Adriano está para chegar no Parque São Jorge. Agora, a disputa é pela audiência nas apresentações dos atletas, ambas marcadas para a próxima terça-feira.

O São Paulo receberá Fabuloso no Morumbi, às 17h. O marketing do Corinthians se apressa para conseguir um local imponente para mostrar o Imperador com a camisa do time - eles estudam fazer no Parque do Ipiranga, mas ainda existem outras possibilidades. Um querendo ofuscar o brilho do rival. E a rivalidade sendo apimentada a cada confronto...   Globo Esporte

veja também