MENU

Roberto Mancini comemora final feliz do 'Caso Tevez' no Manchester City

Roberto Mancini comemora final feliz do 'Caso Tevez' no Manchester City

Atualizado: Terça-feira, 21 Dezembro de 2010 as 3:33

Como imaginar um treinador se dizendo feliz no dia seguinte a uma derrota da sua equipe? No caso do Manchester City, isso aconteceu, e a causa não poderia ser melhor: pouco antes da derrota para o Everton por 2 a 1, pelo Campeonato Inglês, o argentino Carlitos Tevez, capitão e principal jogador da equipe, confirmou que permanecerá na equipe durante toda a duração de seu contrato, para alívio do técnico Roberto Mancini. Para o treinador, a decisão representou a melhor notícia do dia.

- Foi importante ter solucionado essa questão com Tevez. Foi bom para o clube, para o time e para ele. Tudo ficou esclarecido e as coisas tomaram um bom caminho. Pelo menos agora pararemos de falar sobre assuntos que não tratam de futebol. Estamos felizes por isso, mas esta é a única boa notícia do dia - disse Mancini.

Para o treinador, a presença de Tevez na equipe representa muito para o clube.

- Carlos é um jogador de nível internacional, cuja contribuição para o City é inestimável. Acho ótimo que possamos nos concentrar agora apenas em problemas que dizem respeito ao time, e a permanência de Tevez na equipe nos abre ótimas perspectivas de progresso na temporada.

O anúncio da permanência do argentino no clube foi feito a poucos momentos do pontapé inicial da partida contra o Everton, como uma forma de motivar o elenco, a torcida e o próprio Mancini após uma semana em que o atacante pedira para ser negociado, criando um ambiente tenso dentro do grupo de jogadores.

O Manchester City terá pela frente partidas contra Newcastle, Aston Villa e Blackpool na semana que antecede o ano novo. Para Mancini, a equipe precisa voltar a fazer gols para não desperdiçar novas oportunidades de assumir a liderança do campeonato.

- Tivemos uma ótima chance após 81 anos de ocupar a liderança. Infelizmente não conseguimos, mas outras chances aparecerão. Mas precisamos fazer gols. Sem eles, não conseguiremos atingir nossos objetivos.    

veja também