MENU

Robinho afirma que abriu as portas do City para grandes jogadores

Robinho afirma que abriu as portas do City para grandes jogadores

Atualizado: Sexta-feira, 10 Dezembro de 2010 as 2:55

Maior contratação da história do Manchester City (32,5 milhões de libras, ou R$ 86,9 milhões), Robinho deixou o clube neste ano sem ter brilhado dentro de campo. Mesmo assim, o camisa 70 do Milan acha que é responsável pela nova era do clube inglês, que agora conta como nomes como Tevez, Adebayor e David Silva no elenco.

- Eu não me sinto um jogador melhor ou pior por ter sido o mais caro. Eu acredito que foi bom para mim e o para o City, porque eu abri as portas para outros grandes jogadores defenderem o clube. Talvez, se eu não tivesse assinado com o City, nenhum outro grande jogador assinaria. Eu fui o primeiro. Isso foi bom - disse o brasileiro ao site "Eurosport".

O ex-santista trocou o Real Madrid pelo City no último dia do mercao de transferências em julho de 2008, logo depois de o sheik Mansour bin Zayed Al Nahyan ter comprado o clube inglês. Com a camisa da equipe, o craque disputou 53 partidas da Premier League e marcou apenas 16 gols. Reserva da equipe de Roberto Mancini, Robinho pediu para ser emprestado ao Santos neste ano e ficou no Peixe de janeiro até agosto.

- Mancini é um técnico excelente, nunca tive problemas com ele. Ele foi um bom treinador e sempre me respeitou, assim como eu o respeitei. O problema é que o futebol inglês não é um jogo fácil para mim - explicou.

Depois que retornou do Santos para a Inglaterra, o brasileiro foi negociado por 15 milhões de libras (R$ 40 milhões) para o Milan. Após início no banco de reservas, o craque virou titular do time treinado por Massimiliano Allegri.    

veja também