MENU

Rogério: "Adriano está longe de sua melhor forma, mas é diferenciado"

Rogério: "Adriano está longe de sua melhor forma, mas é diferenciado"

Atualizado: Terça-feira, 11 Maio de 2010 as 8:55

No title O técnico do Flamengo, Rogério Lourenço, apertou a marcação sobre as especulações. Convidado do programa "Bem, Amigos!", do SporTV, nesta segunda-feira, o treinador não desviou de assuntos polêmicos sobre os bastidores do clube e chegou a admitir que Adriano está fora de sua forma física ideal, mas garantiu que, apesar das polêmicas protagonizadas recentemente pelo Imperador fora de campo, não passou por qualquer tipo de problema com o jogador desde que assumiu o comando do time rubro-negro. Para Rogério, os torcedores do Fla não precisam ficar receosos quanto ao rendimento do atacante.

- Desde que assumi a equipe, não tive nenhum problema com o Adriano. Ele vem participando dos treinamentos com grande empenho. Está longe de sua melhor forma, mas é um jogador que tem uma presença diferenciada na área, e tenho certeza de que o Flamengo tem dado apoio a ele nas questões pessoais. A torcida pode confiar - disse.

Rogério Lourenço explicou, ainda, a ausência do Imperador no duelo contra o São Paulo, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Era esperado que o atacante entrasse em campo para reafirmar suas condições de ser convocado para a Copa do Mundo. Segundo Rogério, o desgaste do confronto com o Corinthians, pelas oitavas da Libertadores, foi o responsável pelo desfalque do Fla.

- Os jogos contra o Corinthians foram muito desgastantes. No Maracanã, jogamos quase 55 minutos com um a menos, debaixo daquele temporal. No Pacaembu, não fizemos um primeiro tempo bom, e vários jogadores alegaram cansaço grande. Isso foi discutido pela equipe de futebol do clube, e foram poupados Léo Moura, Maldonado, Willians, Love e o Adriano. Hoje (segunda), ele treinou tranquilo – garantiu o técnico.

O treinador, que ficou coma vaga do demitido Andrade, de quem chegou a ser assistente, falou sobre as mudanças que promoveu no time. Segundo ele, a entrada do volante Rômulo serviu para deixar os laterais Léo Moura e Juan mais livres.

- Passei para o grupo que a equipe fazia muitos gols, mas também estava sofrendo muitos. Alguma coisa tinha que ser feita. O que eu vi de melhor naquele momento era a entrada do Rômulo, para liberar os laterais para jogar de forma mais criativa, até como meias.

Mudando de assunto, do Fla para a seleção brasileira, Rogério, que trabalhou nas categorias de base da equipe canarinho, disse não acreditar em surpresas na convocação do técnico Dunga, nesta terça.

- Por uma questão de método de comissão técnica, e pelo que vem acontecendo, pela maneira como o Dunga vem conduzindo o trabalho, acho que não teremos surpresas - avaliou Rogério, que não poupou elogios ao jovem santista Paulo Henrique Ganso.

veja também