MENU

Roma pede retorno, e Tricolor pode ficar sem Cicinho na Libertadores

Roma pede retorno, e Tricolor pode ficar sem Cicinho na Libertadores

Atualizado: Quarta-feira, 30 Junho de 2010 as 1:08

Cicinho não sabe se fica para o segundo semestre

(Foto: Gaspar Nobrega / Vipcomm)  

O São Paulo pode perder uma peça importantíssima para a reta final da Taça Libertadores da América. O lateral-direito Cicinho, que estava emprestado pelo Roma (ITA) até esta quarta-feira, luta para conseguir renovar o seu vínculo por mais três meses, o que permitiria que ele disputasse a semifinal e a final da competição sul-americana, caso o Tricolor passe pelo Internacional. Os duelos contra o time gaúcho serão realizados nos dias 28 de julho e 5 de agosto. A situação de Cicinho é clara. Quando ele foi contratado, a diretoria tricolor informou que o vínculo inicial seria automaticamente renovado por mais três meses. Isso, no entanto, não é verdade, conforme versão divulgada pelo próprio camisa 23.

- Não tem renovação automática. O que existe é a minha vontade de continuar. A decisão é do Roma. Ontem, meu empresário conversou com o diretor de futebol e ele pediu que eu retornasse para fazer a pré-temporada na Itália. Então, eu não posso ficar, não jogo nem a Libertadores. Hoje terá uma reunião com o presidente Juvenal Juvêncio para discutir essa questão e teremos uma resposta - afirmou o jogador, contrariado com a situação.

Para complicar ainda mais a situação para o São Paulo, o lateral-direito Motta, que era uma das opções do time romano, foi devolvido para a Udinese. Com isso, Cicinho teria mais espaço na equipe comandada pelo técnico Claudio Ranieri.

Por Marcelo Prado São Paulo

veja também