MENU

Ronaldinho, sobre vídeo: 'Confio que responsáveis serão punidos'

Ronaldinho, sobre vídeo: 'Confio que responsáveis serão punidos'

Atualizado: Sexta-feira, 25 Novembro de 2011 as 3:12

Depois de o advogado rubro-negro Rafael de Piro entrar com um registro de ocorrência na Delegacia Especializada em Crimes de Informática (DRCI) e de Assis, irmão e empresário do jogador, dizer que também pretende tomar ações legais , foi a vez de o próprio Ronaldinho Gaúcho se pronunciar sobre a divulgação de um suposto vídeo íntimo. Em nota oficial, o meia lamentou o fato e afirmou que "confia que os responsáveis serão punidos".

O comunicado foi publicado no site oficial do Flamengo a pedido da presidente Patricia Amorim:

"Comunicado Oficial.

Nesta quinta-feira, 24.11.2011, foi veiculado na internet um vídeo sugerindo a minha participação.

O(s) autor(es), assim que identificado(s), serão responsabilizados na forma da Lei. O Flamengo, através do Dr. Rafael De Piro, Procurador Geral, já registrou boletim de ocorrência na Delegacia Especializada de Crimes de Informática do Rio de Janeiro/RJ.

O meu site pessoal também foi invadido por hackers, um dia antes. Não sei se foi(ram) a(s) mesma(s) pessoa(s). Mas, que é muita coincidência, isto é!

Confio que, brevemente, o(s) responsável(eis) pelo vídeo ofensivo e de mau gosto, bem como o(s) invasor(es) do meu site será(ão) punido(s). O Flamengo e os meus advogados cuidarão dos episódios. Estarei concentrado e trabalhando para ajudar os meus companheiros na busca por vitórias nas rodadas finais do Brasileirão.

Um abraço,

Ronaldinho Gaúcho." A pedido do próprio Ronaldinho Gaúcho, que alegou que o vídeo se trata de uma montagem, o advogado Rafael de Piro, do Flamengo, entrou com um registro de ocorrência na Delegacia Especializada em Crimes de Informática (DRCI).

De Piro citou o artigo 153, Parágrafo 1º A do Código Penal, que diz: “Divulgar alguém, sem justa causa, conteúdo de documento particular ou de correspondência confidencial, de que é destinatário ou detentor, e cuja divulgação possa produzir dano a outrem: Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa".

- Foi um ato criminoso. A polícia vai apurar a partir de um primeiro vídeo. Não existe um prazo de resposta, vai de acordo com a investigação - concluiu o advogado.        

veja também