MENU

Ross Brawn pede revisão de lei que proíbe ordens de equipe na Fórmula 1

Ross Brawn pede revisão de lei que proíbe ordens de equipe na Fórmula 1

Atualizado: Quarta-feira, 28 Julho de 2010 as 11:05

Ross Brawn acredita que o GP da Alemanha mostra que é hora de repensar a proibição às ordens de equipe na Fórmula 1.

Depois da vitória de Fernando Alonso no circuito de Hockenheim, com Felipe Massa dando passagem para o espanhol, a questão voltou a ser discutida. Par o chefe da McLaren, a lei que proíbe este tipo de estratégia está ultrapassada.

- Eu entendo como os torcedores de F-1 podem ter ficado desapontados com o que eles viram no domingo. A regra que proíbe as ordens de equipe não é mais realista. As equipes e a FIA precisam encontrar um solução transparente que mantenha a integridade da competição e proteja o esporte – disse, em entrevista ao jornal italiano “Gazzetta dello Sport”.

Brawn viveu situação parecida em 2002, quando ainda estava na Ferrari. Uma ordem da equipe para que Rubens Barrichello liberasse a passagem de Michael Schumacher no GP da Áustria. Ele afirma que a Mercedes faria uso de ordens aos pilotos no momento apropriado.

- Nossos pilotos são instruídos a não baterem um no outro. E se um tem a chance de conquistar o título enquanto o outro não, nós queremos que os dois ajam conforme o interesse da equipe, sem desperdiça a oportunidade.

veja também