MENU

Roth vê ranço como consequência do 'time mais campeão da América'

Roth vê ranço como consequência do 'time mais campeão da América'

Atualizado: Quinta-feira, 24 Fevereiro de 2011 as 9:39

Em um jogo em que o Inter goleou seu adversário por 4 a 0, Celso Roth conviveu com a bronca da torcida do apito inicial até o último segundo de partida. Depois da vitória sobre o Jaguares, pela Libertadores, o treinador voltou a falar sobre sua relação com os colorados. Para ele, o ranço dos torcedores ainda é consequência da eliminação do time B nas quartas de final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho.

E Roth, por isso, não acha justo que seja o alvo da bronca. Afinal, não era ele quem treinava a equipe, embora tenha participado da decisão de deixar a equipe principal fora de boa parte do Estadual.

- Esse ranço caiu todo sobre um treinador que não participou na prática, indo a campo, mas sim tendo conversado com o Enderson, com a comissão técnica. O time B é para isso. (...) Os treinadores de ponta estão sujeitos a essas situações, mesmo sendo campeões. Depois de ganharmos a Libertadores numa quarta-feira, jogamos com o time reserva pelo Campeonato Brasileiro contra o Atlético-GO, empatamos e fomos vaiados – disse o treinador.

Para Roth, as críticas são consequência dos títulos conquistados nos últimos anos. Ele vê o Inter como o grande campeão do continente na década. E pede que a imprensa analise a justiça das vaias.

- Acho que vocês têm que avaliar isso. Não sou eu. Eu falo aqui duas vezes por semana. Quantas horas por dia vocês falam de futebol? Eu falo eventualmente aqui. Falo meia-hora, duas vezes por semana, ou depois do jogo. O torcedor ouve vocês. Vocês é que têm que julgar isso, não eu. Eu estou trabalhando e tenho tido um retorno dos meus jogadores na altura da qualidade deles. Nosso objetivo, de novo, é a Libertadores. Ganhar a Libertadores foi simples: deu direito ao Mundial e à Libertadores.

Estamos nela de novo. Mas o torcedor ficou tão exigente quanto as conquistas. Tem que jogar o Campeonato Gaúcho com todos os jogadores. É um direito que tem de pedir isso. Tem que ganhar tudo. É um direito que o torcedor do clube mais campeão da América do Sul nos últimos dez anos tem – disse Roth.

Colorados levaram faixas ao Beira-Rio pedindo a saída de Roth. O treinador foi vaiado e chamado de burro repetidas vezes ao longo do jogo.    

veja também