MENU

Santos aguarda novos adiamentos e pode 'folgar' 25 dias no Brasileirão

Santos aguarda novos adiamentos e pode 'folgar' 25 dias no Brasileirão

Atualizado: Terça-feira, 28 Junho de 2011 as 2:51

Muricy Ramalho espera bom senso da CBF

(Foto: Marcos Ribolli/ GLOBOESPORTE.COM)

Após conseguir o adiamento do jogo contra o Fluminense, que passou do dia 7 de julho para 24 de agosto, o Santos aguarda da CBF o deferimento das outras solicitações. O clube alvinegro pretende adiar todos os seus jogos que forem disputados no período em que as Seleções Brasileiras principal e sub-20 estiverem em atividade, já que cedeu seis jogadores às duas equipes - Neymar, Elano e Ganso (principal), Danilo, Alex Sandro e Felipe Anderson. Alan Patrick também foi chamado para a equipe olímpica, mas já está vendido ao Shakthar Donetsk-UCR. Por isso, não entra na conta santista.

A Copa América será disputada entre 1º a 24 de julho, na Argentina. O Mundial Sub-20 será entre os dias 29 de julho e 20 de agosto, mas a apresentação está marcada para o dia 4, na Granja Comary, em Teresópolis. Assim, o Peixe quer mudar as datas dos jogos contra o Palmeiras, dia 10 de julho, Atlético-MG, 16 e Grêmio, dia 24.

Caso a CBF mantenha o critério e adie os outros três jogos, o Peixe passará 25 dias apenas treinando: jogará contra o América-MG, sábado, na Vila Belmiro, confronto que já havia sido adiado para que o Peixe pudesse se preparar para as finais da Taça Libertadores, e depois só voltará a campo no dia 27 de julho, contra o Flamengo, na Vila Belmiro.

- Solicitamos esse adiamento porque há um evidente prejuízo técnico. Não pediríamos isso baseados apenas nos jogadores que estão disputando a Copa América. Só que há também os jogos da sub-20 - explicou o advogado do Departamento de Futebol do Santos, João Vicente Gazolla.

O técnico Muricy Ramalho torce pelo bom senso por parte dos dirigentes que organizam o Brasileirão.

- Nossa diretoria está trabalhando certo. Quem organiza está tendo boa vontade, tem nos ajudado. São muitos jogadores do Santos na Seleção e acho que é preciso bom senso.        

veja também