MENU

Santos leva susto, mas bate Prudente e se mantém na ponta

Santos leva susto, mas bate Prudente e se mantém na ponta

Atualizado: Segunda-feira, 24 Janeiro de 2011 as 8:08

Parecia até que o Santos golearia novamente um de seus adversários sem dificuldades. Mas dois erros do sistema defensivo quase complicaram o time nos minutos finais da partida em Presidente Prudente. O Peixe, que até os 20 minutos do segundo tempo goleava o Grêmio Prudente, viu a vitória até então fácil se encerrar em 4 a 2. Nada, porém, que abale a liderança. O resultado mantém o Santos na ponta do Campeonato Paulista, com 100% de aproveitamento em três partidas. O Americana, que derrotou o Botafogo-SP por 2 a 1, também soma nove pontos, mas perde no critério de saldo de gols (três contra oito).

A partida mostrou Elano brilhando com a camisa santista novamente. Em seu segundo jogo desde que voltou ao time, no início deste mês, ele marcou duas vezes na goleada. Keirrison e Maikon Leite, artilheiro da equipe no campeonato, também deixaram as suas marcas - Rômulo, de pênalti, e Bruno Ribeiro marcaram para o Prudente.

Na próxima rodada, o Santos recebe o São Caetano, às 19h30m de quarta-feira, na Arena Barueri. Já o Grêmio Prudente, que ocupa a penúltima posição no Estadual, busca a recuperação novamente diante dos seus torcedores, contra o Botafogo-SP, às 21h de quinta-feira.

Duas vezes Elano

Sem Zé Eduardo, que foi liberado para viajar para a Itália, onde realizará exames médicos pelo Genoa, Adilson Batista voltou a usar Keirrison na frente. Mas quem brilhou foi um velho conhecido da torcida. Aos 29 anos, Elano relembrou o menino que passou pelo time da Vila Belmiro anos atrás. Mais experiente, voltou a fazer gol na sua segunda partida pelo time.

O primeiro gol saiu de um erro do sistema defensivo do Grêmio Prudente. No lance, Wescley cortou mal a bola que iria para Keirrison, e ela acabou sobrando para Robson tocar para o camisa 8 do Peixe. Aos 13 minutos, Elano dominou e bateu à meia-altura, colocando o Alvinegro na frente no Prudentão.

Aos 22, Elano voltou a marcar, desta vez de pênalti. A falta na área foi sofrida por Maikon Leite, que assinou pré-contrato com o Palmeiras para jogar a partir do segundo semestre e agora vê o Santos tentando mantê-lo na Vila.

Com 2 a 0 no placar, o Santos pouco sofreu. A única tentativa perigosa do Prudente foi aos 40 minutos, quando Rhayner avançou com liberdade, balançou na frente de Edu Dracena, mas o goleiro Rafael conseguiu espalmar.

Peixe amplia, mas Prudente aperta no final

No início da segunda etapa, o Santos parecia desinteressado da partida. Mas só parecia. Depois de ver Rhayner chegar bem perto de Rafael por duas vezes, o time alvinegro resolveu tomar conta da partida novamente. E não demorou muito para o terceiro gol sair.

Depois de levantamento da direita, Robson foi barrado por Sidney. O goleiro do Prudente, porém, não conseguiu evitar que Keirrison aproveitasse a bola livre na área para fazer 3 a 0, aos oito minutos. A essa altura, o Santos já liderava com folga o Campeonato Paulista em todos os quesitos.

Mas queria mais. E não se esforçou muito para conseguir o quarto gol, vista a fragilidade da defesa adversária. Tanto que a jogada dos 4 a 0 não havia sido ensaiada em um treino, segundo o técnico Adilson Batista. Na cobrança de falta, aos 16 minutos, Robson apenas rolou a bola para Maikon Leite fuzilar contra Sidney, sem chances para o arqueiro do time da casa.

O Grêmio Prudente só conseguiu diminuir a conta em uma bobeira da zaga santista. Jandson foi seguro dentro da área, e Rômulo fez 4 a 1, aos 25 minutos. E apertou para o lado alvinegro nos minutos finais. Aos 36, Bruno Ribeiro cobrou cobrou escanteio, e Rafael acabou se enrolando para defender. Uma mistura de gol olímpico com trapalhada do arqueiro santista. Mas nada que mudasse o rumo da liderança do campeonato ou a rabeira da tabela.  

veja também