MENU

São Paulo ainda sonha com Montillo e diz estar à frente do Corinthians

São Paulo ainda sonha com Montillo e diz estar à frente do Corinthians

Atualizado: Quinta-feira, 5 Janeiro de 2012 as 3:28

Adalberto Baptista ainda acha possível a vinda do

meia (Foto: Marcelo Prado / GLOBOESPORTE.COM)  

Apesar do presidente do São Paulo ter afirmado que o clube desistiu oficialmente do argentino Montillo, o Tricolor segue acompanhando de perto a situação do meia de 27 anos, que não esconde de ninguém o desejo de deixar o Cruzeiro, clube com o qual tem contrato até 2015 e recebe atualmente R$ 150 mil mensais. O diretor de futebol, Adalberto Baptista, em conversa com os jornalistas no CT de Cotia, disse que o clube mantém a esperança de contratar o atleta e que, inclusive, não se preocupa com o assédio do Corinthians.

- Essa negociação é como aquela mulher que você deseja. Você leva um fora, mas não desiste, continua tentando. O São Paulo sempre esteve à frente do Corinthians tanto na negociação com o clube, quanto na negociação com o atleta. Eu estranharia se ele fosse negociado com o Corinthians. Estamos conversando com o jogador e com o clube dele desde o início do segundo semestre. Quando o Cañete se machucou, intensificamos os contatos. Converso sempre com eles [dirigentes do Cruzeiro] – afirmou o dirigente.

O São Paulo fez duas propostas oficiais para tentar contratar o gringo. A primeira foi de € 6 milhões (R$ 14,4 milhões), mais o empréstimo de três jogadores: Jean, Carlinhos Paraíba e Henrique. A segunda, de € 10 milhões (R$ 24 milhões), mais o empréstimo de três jogadores que poderiam ser escolhidos com exceção de Lucas, Rogério Ceni e Luis Fabiano. O Cruzeiro disse que aceitaria essa oferta desde que o volante Casemiro fosse incluído no negócio em definitivo. O São Paulo toparia desde que o valor do volante no negócio fosse de € 8 milhões (R$ 19,2 milhões). O time mineiro, então, recuou.

Montillo no treino do Cruzeiro (Foto: Washington Alves / VIPCOMM)

  Enquanto ainda sonha com Montillo, o time também ataca em outras frentes. Jadson, do Shakhtar Donetsk (UCR), está em negociações avançadas. Ele seguiu para a Ucrânia e, com a presença do seu empresário, terá uma conversa com os dirigentes do seu time para buscar uma liberação. Thiago Neves é um nome mais distante. Além de custar € 8 milhões, o meia ganha R$ 600 mil mensais no Flamengo, valor que certamente não seria pago no Morumbi.

veja também