MENU

São Paulo chega a Manizales e só pensa em descansar

São Paulo chega a Manizales e só pensa em descansar

Atualizado: Quarta-feira, 24 Fevereiro de 2010 as 12

Depois de uma maratona de 13 horas, a delegação do São Paulo finalmente chegou a Manizales (COL), palco da partida de quinta-feira, contra o Once Caldas, pela Taça Libertadores da América. A aventura começou às 6h35 da manhã (no horário colombiano), quando aconteceu o embarque para Bogotá. Depois, a delegação desembarcou na capital colombiana, voltou para um hotel, almoçou e retornou para o aeroporto uma hora depois. Após mais 50 minutos de viagem de avião até Pereira, veio então uma desgastante viagem de ônibus até a cidade de Manizales. O relógio marcava 19h45m quando o grupo chegou ao ponto final da viagem.

Um dos que mais sofreu foi o zagueiro Alex Silva. Com 1,93m, ele teve que, em vários momentos, andar pelo avião.

- Minha perna é muito comprida e canso mais rápido que todo mundo. Chega uma hora que cansa ficar no avião, não tem posição. Mas amanhã já estará todo mundo zerado. O importante é preparar bem porque teremos uma pedreira pela frente na quinta-feira - afirmou o zagueiro, que foi relacionado após se recuperar de grave lesão no joelho direito.

O atacante Washington não via a hora de ir para o seu quarto, comer e dormir.

- Realmente, foi muito desgastante. Está todo mundo muito cansado. Mas Libertadores é assim mesmo, exige sacrifício. Agora é descansar bem agora à noite e amanhã de manhã porque à tarde já temos treinamento no local da partida - afirmou Washington.

A chegada do Tricolor na Colômbia não passou despercebida. Duas emissoras de televisão e três jornais estiveram no desembarque da equipe, em Pereira. Washington e Rogério Ceni atenderam os jornalistas. O camisa 1 deixou claro que o São Paulo terá de jogar mais do que vem apresentando se quiser sair com a vitória.

- O Once Caldas tem uma equipe muito rápida e jogando em casa, deve ser ainda mais ofensiva. Teremos de nos defender bem e esperar a hora de surpreender porque, como eles, também precisamos da vitória. Um resultado positivo nos deixará em grande condição na tabela de classificação - concluiu o capitão são-paulino.

Por: Marcelo Prado

veja também