MENU

São Paulo diz que não vai interferir em interesse do Timão em Luis Fabiano

São Paulo diz que não vai interferir em interesse do Timão em Luis Fabiano

Atualizado: Quarta-feira, 12 Janeiro de 2011 as 7:37

A notícia do interesse do Corinthians sobre Luis Fabiano não deve ter agradado ao torcedor do São Paulo. Identificado com o clube, onde jogou entre 2001 e 2004, o atacante sempre foi visto com bons olhos pela diretoria tricolor. O vice-presidente de futebol Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, no entanto, garante que o clube não vai interferir na negociação com o rival alvinegro.

- Isso é um assunto do Corinthians, não nosso. Não adianta querer ficar tecendo considerações e perspectivas ou coisa parecida sobre o que está acontecendo. Nada a declarar – afirmou, em rápida conversa por telefone com o GLOBOESPORTE.COM

O dirigente, porém, afirmou que o clube está atento quanto a qualquer possibilidade de trazer de volta o atacante, atualmente no Sevilla, da Espanha.

- É um grande jogador, tem uma história no São Paulo, gosta do clube e gostaria de voltar. Se for possível, claro que nós gostaríamos de contar com ele. Mas está fora do contexto desta negociação (com o Corinthians), não sabemos nem como está acontecendo e não vamos nos envolver nisso.

Nesta terça-feira, o lateral-esquerdo Roberto Carlos, do Corinthians, revelou que vem intermediando a negociação do jogador com o Alvinegro. O empresário de Luis Fabiano, José Fuentes, confirmou que o Timão apresentou uma proposta oficial para adquirir o atacante em definitivo.

As conversas estão avançadas. Fuentes aguarda uma resposta da cúpula espanhola sobre a proposta feita pelos brasileiros. O Sevilla já recusou uma consulta por empréstimo do Internacional. Assim, o Timão terá de comprar os direitos dele. A multa é de € 20 milhões (R$ 43,8 milhões), muito acima do que ofereceu oficialmente o Corinthians, cerca de € 7 milhões (R$ 15,2 milhões). A quantia é considerada baixa, já que o clube europeu, há seis meses, não quis liberá-lo por € 15 milhões (R$ 32,7 milhões) para o Olimpique de Marselha-FRA.

Apesar da multa elevada para os padrões brasileiros, o Sevilla até poderia aceitar negociar por menos. O clube está para perder uma ação judicial e pagar € 9 milhões ao grupo que detinha parte dos direitos do jogador. Os espanhóis não aceitaram vender Luis Fabiano ao Milan por € 14 milhões, em junho de 2010, mesmo existindo uma cláusula no contrato do atacante de que ele deveria ser liberado caso alguém fizesse uma oferta maior que € 12 milhões. Outra cartada corintiana pode ser oferecer prioridade para o Sevilla na contratação de algum jogador futuramente.

Por: João Gabriel Rodrigues

veja também