MENU

São Paulo empata com Guarani, tem ascensão freada e segue fora do G-4

São Paulo empata com Guarani, tem ascensão freada e segue fora do G-4

Atualizado: Segunda-feira, 31 Maio de 2010 as 7:33

São Paulo e Guarani sentiram bastante os seus desfalques. Numa partida até certo ponto fraca tecnicamente, os dois times empataram em 0 a 0 em Campinas, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de manter uma longa invencibilidade diante do rival (não perde desde 1997), o time treinado por Ricardo Gomes viu sua ascensão freada e, de quebra, ainda não conseguiu chegar ao G-4 da competição.

A equipe do Morumbi vinha embalada por duas vitórias consecutivas (Internacional e Palmeiras).  e esperava manter esse crescimento diante de um adversário, teoricamente, mais fraco. Porém, não jogou bem e, com isso, contabiliza oito pontos.

“Era para vir aqui [Campinas], vencer e chegar ao G-4. Mas, dentro do que jogamos, não podemos reclamar. O jogo foi muito parelho e o empate se configura no que foi a partida”, disse Rogério Ceni. Já o Guarani, que não vence há quatro rodadas, aparece com seis e figura mais próximo da zona de rebaixamento. Ricardo Gomes, porém, tinha uma série de desfalques para o confronto no interior paulista. Cicinho e Richarlyson, suspensos, Marlos, Miranda e Rodrigo Souto, contundidos, não entraram em campo. Já o Guarani não tinha em campo Renan, Mazola e Roger, que pertencem ao clube do Morumbi e não atuaram por causa de uma cláusula no contrato.

O que se viu no primeiro tempo foi uma partida decepcionante. Preocupado com a defesa, o Guarani pouco atacou. Por outro lado, conseguiu anular as principais peças do São Paulo. Hernanes, Fernandão e Dagoberto criaram pouco e, com isso, o goleiro Douglas quase não teve trabalho nos primeiros 45 minutos -fez apenas uma bela defesa.

Não bastasse a forte marcação, o time do Morumbi errou muitos passes. “Precisamos corrigir isso rapidamente. Só assim para tentar algo aqui em Campinas”, desabafou Jorge Wagner. “Está sendo um jogo bem estudado. Precisamos estar bem concentrados porque o São Paulo tem jogadores bons no ataque”, comentou o goleiro Douglas.

Esperava-se que o segundo fosse bem diferente. E o início foi animador, quando, aos 2min, Baiano acertou uma bola na trave. Apesar do susto, o São Paulo melhorou, principalmente graças ao experiente Marcelinho Paraíba, que começou no banco de reservas e entrou no lugar de Alex Silva, ainda na etapa inicial. Aos 20min, o experiente camisa 11 cruzou para Dagoberto, que deu um leve desvio e viu a bola também tocar na trave. Quatro minutos mais tarde, Marcelinho exigiu uma complicada defesa de Douglas. Apesar disso, o duelo voltou a ficar equilibrado. Assim como ocorreu no primeiro tempo, o time de Campinas acertou sua marcação e segurou o empate sem gols.

O São Paulo volta a jogar pelo Brasileiro na próxima quarta-feira, diante do Goiás, no Serra Dourada. Um dia depois, o Guarani pega o Vasco, no estádio São Januário.

veja também