MENU

São Paulo empata, vira líder e vai pegar a Lusa nas quartas de final

São Paulo empata, vira líder e vai pegar a Lusa nas quartas de final

Atualizado: Domingo, 17 Abril de 2011 as 7:01

Por GLOBOESPORTE.COM Mogi Mirim, SP

  O São Paulo não ganhou, mas comemorou. O empate de 1 a 1 com o Oeste (assista aos gols ao lado) , em Mogi Mirim, e a derrota do Palmeiras para a Ponte Preta – 2 a 1 em Campinas – fizeram com que o Tricolor terminasse a primeira fase do Campeonato Paulista na liderança, com 41 pontos (superando o Verdão no primeiro critério de desempate: número de vitórias - 13 x 12). Na fase seguinte, o adversário dos são-paulinos será a Portuguesa. A equipe de Itápolis também se classificou e irá encarar o Corinthians nas quartas de final. Os jogos serão no próximo fim de semana.

Já garantido no Paulistão e também visando o compromisso da quarta-feira, quando começa a disputar a fase de oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Goiás em Goiânia, o técnico Paulo César Carpegiani optou por descansar boa parte dos seus principais jogadores e mandou a campo apenas três titulares: o goleiro Rogério Ceni, o zagueiro Rhodolfo e o meia Lucas.

CLASSIFICAÇÃO: confira como terminou a primeira fase do Campeonato Paulista

Jogando em Mogi Mirim por causa de uma punição em decorrência de mau comportamento da sua torcida no clássico com o Corinthians na Arena Barueri, o São Paulo até começou melhor. Sob o comando de Lucas e com alguns bons momentos de Rivaldo e Wellington, o Tricolor ia criando chances. Do outro lado, o Oeste só arriscava poucas bolas de fora da área.

A primeira oportunidade clara foi num arremate de Cléber Santana que acertou a trave aos 36 minutos. Mas foi só a equipe do interior ser ameaçada para dar a resposta. Dois minutos depois, aos 38, Dionísio deu lindo passe para Reinaldo, que apareceu nas costas da defesa e chutou forte para estufar a rede de Rogério Ceni.

Lucas foi um dos três titulares escalados diante do Oeste (Foto: Wander Roberto/VIPCOMM)   No segundo tempo, Carpegiani fez três mudanças – trocou Edson Ramos, Rivaldo e Willian José por Ilsinho, Marlos e Henrique – e conseguiu melhorar a equipe. E justamente dois dos que entraram na etapa final participaram a jogada do gol de empate. Aos 26, após jogada de Ilsinho e Lucas, a bola sobrou para Henrique deixar tudo igual.

O gol animou a torcida, mas o principal motivo de comemoração veio de Campinas. Quando o sistema de som do estádio de Mogi anunciou a virada da Ponte Preta para cima do Palmeiras (2 a 1), os tricolores sabiam que estavam pulando para a liderança da tabela. A essa altura, o rival da próxima fase seria o São Caetano. Mas um gol da Portuguesa no Canindé, sobre o Paulista, no último minuto, colocou a Lusa no caminho dos são-paulinos.

A Federação Paulista de Futebol define nesta segunda-feira à tarde, em reunião na sua sede, as datas e os locais os jogos da próxima fase. As quartas de final e as semifinais serão disputadas em jogos únicos, sem as partidas de volta, e a vantagem se resume ao mando de campo, já que igualdade nos 90 minutos leva a decisão para os pênaltis.

veja também