MENU

São Paulo envia relatório sobre obras no Morumbi

São Paulo envia relatório sobre obras no Morumbi

Atualizado: Terça-feira, 2 Março de 2010 as 12

São cada vez mais frequentes as críticas do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, em relação ao Morumbi. Nesta terça-feira, dia 2, o representante da entidade máxima do futebol afirmou que o estádio são-paulino só tem condições de receber partidas da primeira fase e das oitavas-de-final da Copa de 2014, enquanto a capital paulista e o clube tricolor sonham em sediar a abertura.

Para provar que está no caminho certo, o São Paulo prepara um documento para enviar à Fifa esclarecendo os estágios da reforma no Morumbi.

"Vamos nos preparar, ou melhor, estamos nos preparando. Hoje enviaremos à Fifa um relatório que estava previsto para o dia 1º de março com o intuito de mostrar que as obras já foram iniciadas há um ano. São fotos e documentos de comprovação. Nossa resposta é com trabalho em prol da Copa no Brasil", informou o diretor de marketing Adalberto Batista.

Recentemente o cartola esteve em Zurique, na Suíça, para mostrar as alterações realizadas no projeto de aperfeiçoamento do Morumbi. Os novos planos contam com duas novidades nas áreas de hospitalidade e de visibilidade do anel inferior. "Fizemos alterações no projeto e recebemos a resposta de que tivemos melhora significativa. Seguimos trabalhando para atender a todas as solicitações da Fifa", disse Batista, há duas semanas.

A Fifa, porém, negou que teria dado seu aval para o Morumbi sediar as semifinais, mesmo com as mudanças nas obras. "Lá não se pode disputar mais do que jogos da primeira fase do Mundial e das oitavas", endossou Valcke, em entrevista coletiva nesta quarta-feira em Sun City (África do Sul).

"Não se trata de uma briga pessoal contra a cidade de São Paulo. Isso é uma besteira", decretou o secretário-geral da Fifa. Ele também criticou a preparação geral no país. "Está claro que não se começou a trabalhar nos estádios, assim como há muitas coisas a se fazer. O Brasil não pode perder tempo. Cada dia ganho na construção dos estádios será valioso. Há muito trabalho a ser feito, e a data-final em 2012 é amanhã", completou.

Os dirigentes são-paulinos costumam ressaltar que o Morumbi está à frente das demais arenas previstas para serem construídas antes do Mundial de 2014. Além disso, Juvenal Juvêncio argumenta que outras cidades, como Belo Horizonte e Brasília, não apresentam uma rede hoteleira suficiente para um evento do porte de uma abertura de Copa.

Por: Carlos Padeiro

veja também