MENU

São Paulo frustra a torcida da Paraíba ao deixar aeroporto direto pela pista

São Paulo frustra a torcida da Paraíba ao deixar aeroporto direto pela pista

Atualizado: Terça-feira, 15 Fevereiro de 2011 as 4:20

Sessenta torcedores deixaram o aeroporto Presidente João Suassuna, em Campina Grande, extremamente frustrados. É que a delegação do São Paulo, que desembarcou na cidade paraibana, palco da partida contra o Treze, pela Copa do Brasil, saiu do avião direto para o ônibus que já estava posicionado na pista. De lá, todos seguiram para o hotel que, com um rigoroso sistema de segurança, não permite a aproximação de quem não esteja hospedado.     - É um absurdo isso, não custava nada eles terem passado por aqui. Eu saí de casa, trouxe o meu filho de seis anos para ver o Rogério Ceni de perto pela primeira vez e eles fazem isso? Ontem o Flamengo desceu em Maceió, tinha muito mais gente e eles passaram pelo saguão, inclusive o Ronaldinho Gaúcho. Por mim, eu não iria nem ao jogo amanhã. Mas, pelo garoto, vou gastar o meu dinheiro por esses jogadores que não merecem o carinho dos torcedores – reclamou Otávio Eleutério do Ramos Batista, de 49 anos, que estava com o filho Michael.     Mesmo tristes, alguns torcedores até arriscaram um placar para a partida de amanhã. E todos que falaram foram unânimes: o Tricolor vai penar para vencer o Treze.

- A história mostra isso. O Treze tem um time acertado e, jogando no seu campo, cresce demais. O São Paulo já perdeu duas vezes aqui, o Corinthians já perdeu, o Santos já perdeu. Acho que se o time conquistar um empate, será de bom tamanho – afirmou o cabelereiro Róbson Almeida, de 32 anos, que foi ao aeroporto com o amigo Juciê Jânio, também de 32 anos e que é comerciante.     No hotel, o goleiro e capitão Rogério Ceni conversou rapidamente com os jornalistas presentes.

- A Copa do Brasil tem a mesma mentalidade da Libertadores. Me lembro do Treze desde que sou garoto, na década de 80. É um time que já disputou a primeira divisão e que certamente vai dificultar bastante as coisas – ressaltou o camisa 1.

Após a chegada, todos foram almoçar e depois seguiram para os seus quartos. Às 18h30min locais (19h30min de Brasília), a delegação deixará o hotel rumo ao estádio Amigão, palco da partida desta quarta, onde o técnico Paulo César Carpegiani comandará um treino que definirá a escalação do time que vai a campo. A única alteração deverá ser a entrada de Lucas na vaga de Rivaldo, que foi poupado pela comissão técnica e ficou em São Paulo preparando-se para o jogo de sábado, contra o Bragantino, pelo Campeonato Paulista.    

veja também