MENU

São Paulo já cuida de Luis Fabiano enquanto planeja a sua apresentação

São Paulo já cuida de Luis Fabiano enquanto planeja a sua apresentação

Atualizado: Segunda-feira, 14 Março de 2011 as 9:54

Com contrato assinado por quatro temporadas com o São Paulo, Luis Fabiano agora dará prioridade à recuperação da lesão muscular que sofreu na perna direita e que, segundo os médicos do Sevilla, o deixaria por pelo menos 45 dias longe dos gramados. No fim da tarde do último domingo, o fisioterapeuta do Tricolor, Ricardo Sassaki, viajou para a cidade espanhola para iniciar o tratamento com o jogador.     Depois de se despedir dos torcedores espanhóis antes da partida contra o Barcelona, que terminou empatada por 1 a 1, o Fabuloso dará uma entrevista coletiva na Espanha nesta segunda-feira. Ele explicará os motivos que o fizeram retornar ao futebol brasileiro e certamente fará um agradecimento por todo o sucesso que teve nas seis temporadas em que vestiu a camisa do time da Andaluzia.

Originalmente, a apresentação de Luis Fabiano está marcada para o dia 30. Porém, nem mesmo a data está confirmada. Muito menos o local. Pode ser tanto no CT Laudo Natel, em Cotia, local onde Rivaldo vestiu a camisa 10 pela primeira vez, como no estádio do Morumbi, em um evento aberto para os torcedores.

- Estamos aguardando o retorno do Adalberto e da comitiva que está na Espanha para definir isso. Certamente vamos pensar em algo grandioso, digno da importância dessa contratação não só para o São Paulo, como para todo o futebol brasileiro – afirmou o diretor de futebol, João Paulo de Jesus Lopes.

Tricolor quer fechar contratos que vão ajudar a pagar o jogador

Adalberto precisa retornar para oficializar os primeiros contratos com investidores que compraram cotas para ajudar o clube a pagar os € 7,6 milhões (R$ 19,9 milhões) que o clube desembolsou para repatriar seu ídolo. Vale lembrar que as empresas poderão explorar a imagem do atleta, que receberá uma porcentagem do acordo. Dessa maneira, ele irá completar o seu salário original, que ficará na casa dos R$ 200 mil mensais.    

veja também