Schumacher inicia tratamento em casa com super equipe e proteção policial,

Imprensa é expulsa e polícia faz patrulhamento ao redor de mansão do ex-piloto. Equipe de assistência de 15 pessoas trata o alemão, que tem atendimento 24h/dia

Fonte: Globoesporte.comAtualizado: quinta-feira, 11 de setembro de 2014 17:01
Polícia fez patrulhamento ao redor de mansão de Schumacher em Gland, às margens de lago na Suíça
Polícia fez patrulhamento ao redor de mansão de Schumacher em Gland, às margens de lago na Suíça

Michael Schumacher passou bem e não teve complicações nas primeiras horas em sua mansão na pequena cidade de Gland, na Suíça, afirma o diário alemão “Bild”. Ele foi transferido na última terça-feira após oito meses hospitalizado (seis em Grenoble, e dois em Vaud) em razão do gravíssimo acidente de esqui nos alpes franceses, em dezembro de 2013. De acordo com a publicação, uma equipe de assistência de 15 pessoas está disponível para o tratamento do ex-piloto de 45 anos.

Dois enfermeiros se revezam para dar atendimento 24 horas para Schumi. Além deles, terapeutas realizam frequentemente sessões de estímulos cognitivos e motores. Ele segue em condições estáveis e a previsão é de que o processo de reabilitação seja lento. De acordo com os especialistas, o ambiente familiar e a presença da esposa Corinna e dos filhos Mick e Gina-Maria contribuirão na recuperação.

Forte policiamento ao redor de mansão
A notícia da ida de Schumacher para casa levou dezenas de jornalistas, fotógrafos e caminhões de transmissão por satélite para o em torno de sua mansão, às margens do Lago Geneva. No entanto, assim como durante todo o processo de internação, a família exigiu privacidade para o heptacampeão. A polícia de Gland foi acionada rapidamente para dispersar a imprensa que chegou ao local poucas horas após o anúncio.

- Nós não queremos intrusos perturbando a cama ao redor dessa casa - disse Pierre-Olivier Gaudard, porta-voz da polícia de Vaud.
Uma TV russa que fazia uma exibição ao vivo diante da casa do ex-piloto foi obrigada a parar a transmissão após uma hora. Um patrulhamento foi feito ao longo de toda a noite para evitar que mais alguém se aproximasse da mansão. De acordo com Gaudard, a retirada dos jornalistas pela polícia foi feita em uma "atmosfera amigável".

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições