MENU

Secretário da Fifa sobre o Fielzão na Copa de 2014: 'Nunca vi o projeto'

Secretário da Fifa sobre o Fielzão na Copa de 2014: 'Nunca vi o projeto'

Atualizado: Sexta-feira, 22 Outubro de 2010 as 2:52

O estádio que vai receber os jogos da Copa do Mundo de 2014 em São Paulo ainda não está definido. A informação foi confirmada nesta terça-feira pelo secretário geral da Fifa, Jérome Valcke. Em entrevista ao jornal "Estado de S.Paulo", o dirigente da entidade máxima do futebol afirmou que não existe nada de concreto sobre os jogos do Mundial serem realizados no Fielzão, que será construído em Itaquera.

- Sinceramente, eu nunca vi o projeto. Não há nada definido sobre os estádios - afirmou o dirigente da Fifa, resposável pela organização das últimas Copas do Mundo.

Valcke admitiu que alguns funcionários da Fifa foram consultados sobre o projeto do estádio corintiano, mas nada chegou ao seu gabinete. Na próxima semana, o dirigente confirmou que terá um encontro com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, em Zurique, na Suíça, para cobrar algumas decisões e estipular alguns prazos para a realização da Copa do Mundo.

Em entrevista à TV Globo, no mês passado, Teixeira confirmou que o projeto do Fielzão ainda não havia sido entregue à Fifa. Segundo o dirigente, a definição sobre a escolha do estádio do Corinthians como sede da Copa só será feita após o cumprimento desta etapa.

- Vai acontecer o que aconteceu com as outras cidades. São Paulo tem que mandar o projeto para que a Fifa e o Comitê aprovem. Temos o desejo e a definição de que haverá um estádio novo em São Paulo. Acho que agora vamos ter uma direção mais objetiva - concluiu Teixeira, lembrando que só com o projeto em mãos a Fifa terá condições de saber se terá que ajudar ou não o clube na construção de mais lugares para aumentar a capacidade.

A princípio o Fielzão terá 48 mil lugares, mas já está preparado para ser ampliado para acomodar 70 mil torcedores, como exige da Fifa para receber os jogos de abertura de uma Copa do Mundo. De acordo com a entidade máxima do futebol, para o jogo inaugural, uma arena precisa ter capacidade mínima para 65 mil.

veja também