MENU

Segredo da líder Lusa: dinheiro no bolso a cada 11 pontos conquistados

Segredo da líder Lusa: dinheiro no bolso a cada 11 pontos conquistados

Atualizado: Quinta-feira, 4 Agosto de 2011 as 2:40

A diretoria da Portuguesa está adotando uma estratégia antiga, mas que tem animado o elenco na corrida rumo à Série A em 2012. Desde o começo da disputa, em maio, os jogadores foram avisados que receberiam bicho por meta atingida. E a conta é simples: eles têm de fazer 11 pontos a cada seis rodadas. Se isso ocorrer, dinheiro no bolso.

- Pago no vestiário ou logo no dia seguinte para todo o elenco uma quantia padrão de Primeira Divisão - diz o vice-presidente de futebol da Lusa, Luiz Iaúca.

Portuguesa lidera o Brasileiro da Série B e tem garantido bons bichos (Foto: Agência Estado)

  E a tática tem dado muito certo. A equipe lidera a Série B com sobras - está sete pontos à frente da vice-líder Ponte Preta (33 a 26) - e depois da vitória sobre o Criciúma na terça-feira, no Canindé (2 a 0), os jogadores já atingiram a meta pela terceira vez, em 15 rodadas.

- Estipulamos esta meta porque entendemos que com 66 pontos em 36 partidas é possível garantir com tranquilidade o acesso para a Primeira Divisão. E aí vão restar mais dois jogos para buscarmos o título da Série B. E já avisei aos jogadores: se vier o título, tem mais premiação - completa Iaúca.

Os jogadores não gostam de falar do assunto, mas, claro, adoraram a iniciativa. Nos anos anteriores, o sistema de premiação por vitória no clube era diferente, e não foi tão constante como em 2011. Os atletas já ouviram do dirigente que, em caso de título no fim do ano, o rateio será superior a R$ 200 mil.

Campanha lucrativa

Nas seis primeiras rodadas, os jogadores da Lusa conquistaram exatamente 11 pontos. Com a meta atingida, a premiação foi entregue após a vitória no Canindé diante do Bragantino por 5 a 0.

Depois disso, o segundo bônus veio antes do prazo, em cinco jogos, depois do triunfo fora de casa diante do Boa Esporte-MG por 2 a 1.

- Nestes cinco jogos, contra Goiás (4 a 1), São Caetano (5 a 2), Asa (0 a 2), Salgueiro (1 a 0) e Boa Esporte (2 a 1), o time somou 12 pontos. Então, eles acumularam um ponto para a sequência seguinte - explica Luis Iaúca.     E a terceira meta atingida veio por causa deste pontinho acumulado. Nas últimas quatro partidas, o elenco somou dez (vitórias sobre Vitória, Ponte Preta e Criciúma e empate com o Americana). Com o ponto de gordura da sequência anterior, veio o direito de garantir o terceiro "plus" no salário.

- É bom para os jogadores e para a diretoria. Nossa meta é o acesso e não podemos desperdiçar essa chance - finalizou o dirigente.

Restando 23 rodadas para o término da Série B e com o elenco em grande fase, a diretoria da Lusa que se prepare: vem mais bônus por aí...          

veja também