MENU

Seleção brasileira de polo aquático é massacrada pelo Canadá no Pan

Seleção brasileira de polo aquático é massacrada pelo Canadá no Pan

Atualizado: Segunda-feira, 24 Outubro de 2011 as 4:17

Brasileira Fernanda Lissoni em um lance da partida

contra o Canadá (Foto:Satiro Sodré/Divulgação Agif) Após vencer o México na estreia dos Jogos Pan-Americanos, a seleção brasileira feminina de polo aquático perdeu para as canadenses por 13 a 4 (2/0, 3/1, 5/0, 3/3) pelo grupo A, nesta segunda-feira, no complexo aquático Scotiabank, em Guadalajara. As rivais, que foram vice-campeãs mundiais em 2009, não deram chances para a equipe canarinho, que teve grandes dificuldades na conclusão das jogadas. Apesar da derrota, o time verde-amarelo mantém as chances de avançar às semifinais.

Logo nos primeiros minutos da partida, o Canadá já abriu dois pontos de vantagem. O Brasil tentou impor seu ritmo e correu atrás para tentar anotar o primeiro gol, mas parou na marcação adversária.

No segundo período, aos 30 segundos de bola rolando, as canadenses ampliaram: 3 a 0. Neste momento, o jogo que parecia fácil se tornou complicado. A seleção canarinho ainda esboçou uma reação com Luiza Carvalho, que dominou e anotou o primeiro, diminuindo o prejuízo. Soberanas, as canadenses eram mais perigosas e eficientes no ataque, e a defesa brasileira sentiu a pressão. Nos segundos finais, as rivais marcaram duas vezes, desestabilizando ainda mais as brasileiras, que ficaram perdidas na piscina.

Assim como nos dos dois tempos anteriores, o Canadá anotou no início e ampliou a goleada: 7 a 1. Experientes, as adversárias dominaram a partida e não deixaram as brasileiras atacarem. Quando o time verde-amarelo finalmente criava uma situação de perigo, errava na finalização, com direito a muitas bolas no travessão. No final do terceiro tempo, as canadenses seguiram com o massacre: 10 a 1.

O Brasil só marcou o segundo no quarto e último período, mas já era tarde demais. As canadenses mostraram um repertório variado de jogadas e ampliaram a vantagem sobre a seleção canarinho. Mesmo sem demonstrar medo e insegurança, as brasileiras marcaram apenas mais dois gols na reta final. Fim de jogo: 13 a 4. O próximo desafio do time verde-amarelo será contra a Venezuela, lanterna da competição, nesta terça-feira, às 12h45m. México e Brasil têm uma vitória e uma derrota, as canadenses lideram, com duas vitórias e as venezuelanas ainda não pontuaram.

veja também