MENU

Seleção brasileira vence último amistoso antes da estreia no Mundial

Seleção brasileira vence último amistoso antes da estreia no Mundial

Atualizado: Segunda-feira, 25 Outubro de 2010 as 4:28

Em fase de aclimatação em Tóquio, a seleção brasileira comandada pelo técnico José Roberto Guimarães venceu o Japão em seu último compromisso antes da estreia no Mundial, na próxima sexta-feira. Já acostumada ao fuso, a equipe passou pelas donas da casa por 3 sets a 0 (25/22, 25/20 e 25/14). A equipe embarca para Hamamatsu na próxima quarta-feira, sede do Grupo B, que conta com Quênia, República Tcheca, Holanda, Porto Rico e Itália.

- A equipe teve um bom desempenho e melhorou no sistema defensivo. Enfrentar o Japão é sempre bom pela velocidade e ritmo de jogo. É o tipo de partida em que temos de estar atentos o tempo todo. Agora as jogadoras estão se acostumando ao fuso. Já dormem e treinam melhor. A aclimatação é para isso, para que elas se adaptem ao local e para que nós façamos os últimos acertos até o Mundial. Elas estão evoluindo a cada dia em todos os aspectos - disse o treinador.

Maior pontuadora da partida, com 18 acertos, a oposto Sheilla também ficou satisfeita com a postura do time. Para a líbero Fabi, o grupo conseguiu colocar em prática  situações que foram treinadas durante a preparação.

- Foi um bom jogo. Vacilamos em alguns momentos, quando estávamos à frente no placar e deixamos o Japão encostar, mas o time evoluiu em relação ao Grand Prix. Temos mais facilidade para sacar e atacar. Temos que treinar com mais frequência os outros fundamentos. Mas estamos no caminho certo - acredita Sheilla.

O jogo

Após um início arrasador (8/1), a seleção sofreu um apagão e permitiu a reação do adversário: 10/10. Depois de ver o Japão abrir 13/11, o Brasil acordou e voltou para o jogo. A equipe diminuiu o número de erros  e cresceu no bloqueio: 20/16. A vitória no primeiro set veio em um ataque de Thaísa: 25/22.

O Brasil continuou melhor no segundo set e abriu 10/7 após um erro de saque do time da casa. Eficiente no ataque, a equipe brasileira manteve-se à frente no placar e fechou em 25/20. Superior no saque e no ataque, o time verde-amarelo não teve dificuldades para levar a melhor na parcial seguinte: 25/14.

veja também