MENU

Seleção feminina vence a Costa Rica se classifica para a semifinal

Seleção feminina vence a Costa Rica se classifica para a semifinal

Atualizado: Sexta-feira, 21 Outubro de 2011 as 8:11

Demorou, mas a segunda vitória da Seleção Brasileira veio. Depois de um primeiro tempo no qual parou no travessão, o time feminino fez 2 a 1 na Costa Rica, nesta quinta-feira, no Estádio Omnilife, em Guadalajara. O resultado deixou a equipe comandada por Kleiton Lima a um ponto da classificação para a semifinal do torneio de futebol dos Jogos Pan-Americanos.

O Brasil chegou aos seis pontos e ocupa a liderança do Grupo B ao lado do Canadá. Na última rodada da primeira fase, que acontece neste sábado, a Seleção enfrenta o Canadá, que também tem o mesmo saldo de gols. Costa Rica e Argentina não somaram pontos e estão eliminadas.

  Débora (17) é rodeada durante comemoração do primeiro gol da Seleção Brasileira (Foto: Reuters)

O primeiro tempo foi um verdadeiro treino de ataque contra a defesa. A Seleção Brasileira teve quase a exclusividade das ações ofensivas, mas não teve sucesso nas finalizações. A goleira Arroyo e o travessão foram os resposáveis para que a equipe fosse para o intervalo com um 0 a 0 no placar.

Em menos de 20 minutos o Brasil acertou simplesmente três bolas no travessão. Maurine foi responsável por duas delas. Na primeira a bola carimbou a trave depois que a lateral chutou de longe e Arroyo espalmou. Daniele cabeceou para a rede, mas assistente assinalou impedimento da atacante. Na segunda, Maurine levou perigo numa cobrança de falta. Aos 31 minutos, Daniele recebeu passe e tentou encobrir Arroyo, mas a bola parou no travessão.

Apesar das chances perdias, o Brasil não desanimou e seguiu pressionando. Mas os muitos erros de passe dificultaram as possibilidades de finalização. Enquanto isso, a Costa Rica tinha como preocupação se defender e catimbar para segurar o empate até o intervalo.

Com Débora no lugar de Daniele, a Seleção voltou para o segundo tempo com disposição e novamente arriscando muitos chutes ao gol. A goleira Arroyo, que foi a melhor da Costa Rica no primeiro tempo, passou a se enrolar em algumas defesas. Mesmo assim, a equipe de Kleiton Lima mostrava dificuldades no momento de finalizar.

Rosana, do Brasil, disputa bola com Lixy Rodriguez

em vitória sobre a Costa Rica (Foto: Reuters)

    Mas depois de tanto insistir de fora da área, foi dentro dela que finalmente saiu o primeiro gol do Brasil, aos 15 minutos. Rosana fez linda jogada pelo lado direito e cruzou para Débora, que completou para a rede. Na comemoração, a atacante ganhou um "Parabéns pra você" das companheiras, comemorando seu aniversário de 20 anos.

Com a vantagem, o Brasil aproveitou a falta de estabilidade da Costa Rica para consolidar a vitória aos 17 minutos. Thaís cruzou com efeito pelo lado direito e bola foi direto para o gol de Arroyo. Para celebrar, as meninas reproduziram uma partida de vôlei, homenageando o time feminino que faz contra Cuba a final do Pan-Americano, nesta quinta-feira. Foi o segundo gol da atacante de 18 anos em duas partidas no Pan.

Sem ter sua equipe ameaçada pela Costa Rica, o técnico Kleiton Lima passou a pensar na partida contra o Canadá, considerado o adversário mais difícil da primeira fase, e queimou suas duas últimas substituições para poupar as jogadoras. A veterana Maicon, de 34 anos, e a zagueira Karen puderam descansar.

No último lance do jogo, aos 51 minutos do segundo tempo, Shirley Cruz marcou um gol de falta para a Costa Rica. Mas já era tarde, e o Brasil garantiu sua vaga na semifinal.

O Brasil jogou com a seguinte formação: Bábara, Tânia Maranhão, Bagé e Karen (Grazielle); Maurine, Francielle, Rosana, Formiga e Maicon (Renata); Thaís e Daniele (Débora).          

veja também