MENU

Sem acordo entre equipes e atletas, NBA pode ter mais jogos cancelados

Sem acordo entre equipes e atletas, NBA pode ter mais jogos cancelados

Atualizado: Sexta-feira, 21 Outubro de 2011 as 12:56

Em três dias consecutivos em conversa, nada de acordo. Os donos de equipes da NBA e o sindicato dos jogadores não entraram em consenso sobre repartição de receita e teto salarial dos atletas, e a principal liga de basquete do mundo segue parada. Com a falta de perspectivas de um acerto próximo, já que as negociações estão temporariamente suspensas, mais partidas da temporada regular podem ser canceladas.

- Por fim, não fomos capazes de reduzir as diferenças que separavam as duas partes. Sabemos as consequências dessa situação na qual nos encontramos e nos sentimos tristes por nosso esporte – disse Adam Silver, representante de David Stern, comissário da NBA.

Billy Hunter, do sindicato dos atletas, se pronuncia ao lado de Derek Fisher (Foto: agência Getty Images) A divisão das receitas foi a questão que gerou mais discórdia, já que as duas partes reivindicam 53% do valor. Segundo Silver, os donos ofereceram 50% para cada parte, mas os esportistas aceitam receber o mínimo 52,5%. Até o momento, com os 100 primeiros jogos cancelados, os jogadores já perderam cerca de US$ 170 milhões (aproximadamente R$ 300 milhões) em salários.

A NBA está sob locaute desde o fim de junho. O termo é usado para representar a situação em que as equipes proíbem seus atletas de trabalhar, uma espécie de greve ao contrário. O impasse deve adiar o início da temporada 2011/12, inicialmente previsto para outubro. O fato já aconteceu três vezes na história da NBA. Em 1999, a temporada só começou em janeiro, com 50 jogos por time na fase regular, em vez dos tradicionais 82.          

veja também