MENU

Sem Fred e Conca, Fluminense pega Voltaço para respirar na Taça Rio

Sem Fred e Conca, Fluminense pega Voltaço para respirar na Taça Rio

Atualizado: Sábado, 2 Abril de 2011 as 10:11

Nos últimos anos o Fluminense tem se acostumado a jogar sempre no limite, sem poder perder. E o roteiro se repetirá neste sábado, quando o Tricolor enfrenta o Volta Redonda, às 16h (de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira. Depois de o camundongo citado pelo ex-treinador Muricy Ramalho dar as caras, o clube luta para voltar a ser notícia apenas dentro das quatro linhas.

Para alcançar seu objetivo, o Fluminense precisa de uma vitória a todo custo. Com oito pontos em cinco jogos no grupo B, a equipe comandada pelo auxiliar técnico permanente, Enderson Moreira, ocupa a terceira posição, atrás de Olaria e Botafogo. Dependendo dos outros resultados da rodada, uma derrota diante do Volta Redonda pode praticamente decretar a eliminação da equipe.

O foco nas Laranjeiras, no entanto, parece estar na Taça Libertadores. Pensando no também decisivo jogo da próxima quarta-feira, contra o Nacional-URU, em Montevidéu, Enderson preferiu poupar Conca e Fred. Deco e Refael Moura serão os substitutos. Na defesa, Edinho será improvisado. No meio, Fernando Bob entra na vaga de Diguinho, suspenso.

No Volta Redonda, a partida também é tida como fundamental para as pretensões da equipe no estadual. A três pontos dos líderes do grupo A, a equipe do técnico Dário Lourenço aposta em jogadores experientes como Radamés, Jonílson, Glauber e Jean para surpreender o tricolor.

O PFC transmite a partida ao vivo para todo o Brasil, pelo sistema pay-per-view. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real, com vídeos. O árbitro deste confronto será Carlos Eduardo Nunes Braga, que terá os auxiliares Diogo Carvalho Silva e Luiz Claudio Regazonne.

O que está em jogo

Volta Redonda: vindo de uma derrota para o Bangu, por 2 a 1, o Volta Redonda ainda sonha com uma das vagas do grupo A. Com sete pontos em cinco jogos, o time ocupa a quinta posição atrás de Flamengo, com 9, e do trio Vasco, Boavista e Americano, todos com dez. Uma vitória neste sábado deixará o time da Cidade do Aço mais vivo do que nunca na Taça Rio.

Fluminense: o Tricolor está em terceiro lugar no grupo B, com oito pontos em cinco jogos. Sem vencer há três jogos, o clube das Laranjeiras precisa reencontrar o caminho das vitórias para entrar na zona de classificação. Olaria, com 12 pontos, e Botafogo, com dez, lideram a chave. Dependendo dos outros resultados, uma derrota para o Volta Redonda pode significar praticamente a eliminação do Fluminense.

As ecalações

Volta Redonda: o técnico Dário Lourenço aposta em jogadores com passagens por grandes clubes do estado, como Jonilson, Radamés, Glauber e Jean para surpreender o Fluminense. Em Volta Redonda, o jogo é tido como decisivo para as pretensões do Voltaço na Taça Rio. O time deve ir a campo com: Mauro; Bruno Barra, Ávalos, Lombardi e Fabinho; Jonilson, Radamés, Bruno Lança e Glauber; Jean e Jhonnattann.

Fluminense: o técnico interino Enderson Moreira decidiu poupar os craques Conca e Fred para o jogo decisivo pela Libertadores, na próxima quarta-feira, contra o Nacional-URU, em Montevidéu. Deco e Rafael Moura serão os substitutos, respectivamente. Para a vaga de Diguinho, suspenso, o comandante escolheu o volante Fernando Bob. Com Leandro Euzébio e Digão machucados, Edinho será improvisado na defesa. O Tricolor irá a campo com: Ricardo Berna, Mariano, Gum, Edinho e Julio Cesar; Valencia, Fernando Bob, Souza e Deco; Emerson e Rafael Moura.

Fique de olho

Volta Redonda: Revelado pelas categorias de base do Fluminense, o volante Radamés agora está do lado adversário. Ao lado de Jonílson, ex-Botafogo, Vasco e Cruzeiro, ele terá a missão de proteger a defesa do Voltaço dos atacantes tricolores. Nas Laranjeiras, foram 37 jogos entre 2005 e 2009.

Fluminense: Depois de dois meses fora da equipe graças a uma grave lesão na coxa esquerda, o apoiador Deco volta a ser titular no Fluminense. Ele substituirá o argentino Conca, que será poupado. No ataque, outro retorno. Na vaga de Fred, também poupado, Rafael Moura terá nova oportunidade.

O que eles disseram

Radamés, volante do Volta Redonda: "É o nosso primeiro jogo contra um time grande em casa, diante da nossa torcida, neste estadual. Estamos muito motivados para conseguir um resultado positivo e continuar na briga por uma vaga na fase final".

Ricardo Berna, goleiro do Fluminense: "O Volta Redonda realiza um trabalho sério e merece respeito. Não podemos pensar em perder pontos. Temos de entrar em campo pensando em vencer da maneira que conseguirmos".

Números e curiosidades

* A última vitória do Volta Redonda sobre o Fluminense, uma de suas nove na história do confronto, aconteceu no estadual de 2007. Em 28 de janeiro daquele ano, o Voltaço venceu por 3 a 2, de virada, com gols de Júlio César, Wélton e Amaral. Soares e Carlos Alberto descontaram para o Tricolor.

* Há oito anos (ou oito jogos) uma partida entre as duas equipes não termina empatada. A última igualdade aconteceu em fevereiro de 2003, por 1 a 1, nas Laranjeiras. Humberto marcou para o Volta Redonda e Fábio Bala para o Fluminense.

* O Fluminense já disputou 65 jogos no Estádio Raulino de Oliveira em toda a sua história. Foram 37 vitórias, 16 empates e apenas 12 derrotas, marcando 119 gols e sofrendo 78.

Último confronto

Em 24 de janeiro de 2010, o Fluminense derrotou o Volta Redonda por 1 a 0, pela Taça Guanabara, ainda no Maracanã. O jogo foi equilibrado e o gol da vitória saiu logo no início, após um belo chute do zagueiro Leandro Euzébio de fora da área. O jogador não entra em campo neste sábado por causa de uma lesão no tendão da coxa direita.

veja também