MENU

Sem limites: Leandro Damião enlouquece os números no Inter

Sem limites: Leandro Damião enlouquece os números no Inter

Atualizado: Segunda-feira, 12 Setembro de 2011 as 11:22

Ter ultrapassado a marca de 50 gols pelo Inter com nove meses como titular talvez não seja o que mais impressione em Leandro Damião. O que chama a atenção mesmo é que o jogador, conforme vai quebrando números, parece evoluir. A média de gols dele nos últimos jogos é ainda superior à rotina do jogador ao longo da temporada. Ele marca cada vez mais. Nas últimas 11 partidas que disputou, Leandro Damião só não anotou em uma – o Gre-Nal do Olímpico, pelo Brasileirão. Nas outras dez, foram 13 gols, nas situações mais diversas: de bicicleta contra o Flamengo, os dois na final da Recopa, diante do Independiente, o primeiro pela Seleção Brasileira, em amistoso contra Gana, os três deste domingo, sobre o Palmeiras. Ao todo, contando a temporada passada, em que era reserva de Alecsandro, Damião tem 51 gols pelo Inter.

Deles, 39 foram feitos em 2011 (mais um pela Seleção), o que transforma o jogador em maior artilheiro do país. E ele quer mais. Nem que para isso tenha que encarar surras e cotovelos.

- Não sei onde posso chegar, mas vou procurar alcançar o máximo, brigando ali na frente. Se tiver que levar cotovelada, vou levar; se tiver que apanhar, vou apanhar – disse o jogador.

Depois de destruir o Palmeiras neste domingo (recebeu nota dez no Troféu Armando Nogueira pela atuação), Damião recebeu duas perguntas que, dado o momento, não soam exageradas: primeiro, se ele se considera o melhor centroavante do Brasil no momento; depois, se acha que é o melhor centroavante do planeta na atualidade.

- No mundo, existem grandes jogadores, centroavantes extraordinários, como Eto’o, Ibrahimovic, o próprio Borges, o Luís Fabiano, que está voltando agora, o Adriano... Não tem como comparar. Quero ajudar o Inter e também a Seleção – disse o jogador.

Três gols marcados contra o Palmeiras nesse domingo colocam Damião

na briga pela artilharia do Campeonato Brasileiro: são 13, três atrás do

 santista Borges (Foto: Idário Café / VIPCOMM)

  Damião tem 80 jogos pelo Inter, com média de 0,63 gol por partida. Em 2011, os 39 que ele fez pelo clube foram distribuídos em 45 jogos. A média, contando apenas a atual temporada, sobe para 0,86. Nas últimas dez vezes em que ele foi a campo com a camisa colorada, anotou 12 gols: 1,2 por partida.

A atuação contra o Palmeiras colocou o centroavante na briga pela artilharia do Campeonato Brasileiro. Ele pulou para a segunda colocação na disputa, com 13 bolas na rede, três atrás de Borges, do Santos.

- Sempre quero estar no meio dos grandes jogadores, como o Borges é. Com a equipe que temos, é possível chegar. Temos que manter isso – afirmou o camisa 9.

Calma com ele

O técnico do Inter, Dorival Júnior, pede calma com o goleador. Ele avisa que é natural que ocorram possíveis oscilações com o jogador. E vê Damião preparado para encarar uma fama que cresce em progressão geométrica.

- O Damião está num momento muito feliz, um momento importante da carreira. Espero que ele prossiga dessa forma, com os pés no chão, sendo humilde como é. Temos que ter calma e paciência com um menino como esse, para que ele mesmo vá se definindo como o grande atacante que tem mostrado ser. O jogador por vezes atinge um patamar que faz com que as cobranças sejam excessivas, e aí existe uma oscilação normal. Acredito que o Leandro tenha ido por outro caminho: a simplicidade de atuações fazendo com que a vibração seja um fator positivo para ele manter a regularidade. Torço para que seja dessa forma – disse o treinador.

Novamente na Seleção

Leandro Damião está outra vez a serviço da Seleção Brasileira. Na quarta-feira, ele encara a Argentina em Cordoba. Tentará dar sequência ao que fez em Londres, contra Gana, para se fortalecer na briga pela camisa 9 verde-amarela na preparação para a Copa do Mundo de 2014.

Depois da partida, o jogador retornará ao Beira-Rio. No domingo, estará em campo contra o Coritiba, tentando ajudar o Inter a entrar na zona de classificação para a Libertadores da América.            

veja também