MENU

Sem obstáculos, Felipão deve relacionar Kleber para enfrentar o Fla

Sem obstáculos, Felipão deve relacionar Kleber para enfrentar o Fla

Atualizado: Terça-feira, 19 Julho de 2011 as 3:45

Kleber pode, enfim, voltar a jogar  (Foto: Ag. Estado)

  Liberado pelo departamento médico há duas semanas e treinando com o elenco, o atacante Kleber deve, enfim, fazer sua sétima partida pelo Palmeiras no Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira, contra o Flamengo, às 21h50m, no Pacaembu. Nesta terça-feira, o técnico Luiz Felipe Scolari disse não haver motivo aparente para que o Gladiador fique fora do duelo. Se a previsão se confirmar, o atacante, com o sétimo jogo na competição, não poderá mais atuar por outro clube da Série A do Brasileiro.

- Fisicamente, liberado ele está. Tecnicamente, também está. Em condições, será provavelmente relacionado – avisou Felipão.

O problema é que essa era justamente a situação do Gladiador antes do clássico contra o Santos, há dez dias. Bem fisicamente, ele foi relacionado por Felipão, mas pediu para não concentrar com a delegação. Alegando novas dores na coxa, Kleber fez exames em um hospital particular e ficou fora da partida. De lá para cá ele só deixou de treinar uma vez, por ter se “esquecido” do horário da atividade.

- De lá para cá, deve ter mudado alguma situação. Apresentou exames médicos com dor na perna, mas depois seguiu o trabalho normal. Não apresenta nenhuma dor residual que possa tirá-lo do jogo amanhã (quarta-feira). Se não tiver dificuldade, será relacionado e não muda nada – destacou o técnico.

Felipão preferiu se manter fora da situação disciplinar do atacante, multado em 10% de seu salário por conta da falta ao treino da manhã de quinta-feira passada. A sanção foi aplicada pelo presidente Arnaldo Tirone.

- Eu não puno o atleta, é o clube que faz isso. Apenas comunico que o atleta não se apresentou ao treinamento. Minha parte eu fiz, se puniu ou não, nem sei. Minha função é entregar uma carta dizendo que “Fulano não compareceu”. Assuntos jurídicos não competem a mim. De uns meses para cá, lavo minhas mãos – resumiu Felipão.          

veja também