MENU

Sem querer criar pressão, Moratti exige título do Mundial de Clubes

Sem querer criar pressão, Moratti exige título do Mundial de Clubes

Atualizado: Quinta-feira, 9 Dezembro de 2010 as 2:47

A última intenção do presidente do Inter de Milão, Massimo Moratti, é criar um clima de pressão que possa atrapalhar a equipe na disputa do Mundial de Clubes. Mas, ao mesmo tempo em que tenta ser cauteloso, o mandatário exigiu a conquista da competição na véspera do embarque para os Emirados Árabes, nesta quinta-feira.

– Nós temos de acordar, pois temos um compromisso importante no Mundial de Clubes. Os jogadores precisam de apoio psicológico para recomeçarem a fazer o que faziam antes. Eu me sinto traído, como sempre, quando você perde. Mas não há desculpas agora. O Mundial deve ser conquistado e Benítez tem de dar uma prova de caráter. Ele tem que dirigir a equipe e fazer com que funcione como um relógio, como esta equipe demonstrou no passado – disse Moratti, em referência à derrota pesada sofrida para o Werder Bremen, na última terça-feira, por 3 a 0, pela Liga dos Campeões.

O resultado negativo não é uma exceção. Até o momento na temporada, o Inter de Milão já sofreu sete derrotas e tem convivido com muitas lesões e o técnico espanhol Rafael Benítez é dos mais contestados pela fraca campanha do atual pentacampeão no Campeonato Italiano.

– Agora eu não quero criar problemas nem antes nem durante o Mundial de Clubes. Então vamos ver – afirmou.

O lateral-direito brasileiro Maicon, no entanto, negou que as lesões sejam o maior problema. Ele é um dos afetados, inclusive, e deve estar recuperado para disputar a competição nos Emirados Árabes.

– Moratti é o presidente e pode dizer o que quiser. Nós sabemos que somos fortes e já passamos por momentos difíceis como este. Iremos a Abu Dhabi para fazer uma grande competição. A culpa não é das lesões, temos um elenco muito grande e com ótimos jogadores. Não pode ser uma desculpa – contou Maicon.    

veja também