MENU

Sem zagueiros, Adilson testa até meia-atacante Cícero na função

Sem zagueiros, Adilson testa até meia-atacante Cícero na função

Atualizado: Terça-feira, 16 Agosto de 2011 as 11:58

Cícero no treino do São Paulo no CT

(Foto: Luiz Pires/VIPCOMM)

  A dor de cabeça do técnico Adilson Batista continua forte no São Paulo. Nesta terça-feira pela manhã, o treinador trabalhou algumas opções na defesa em caso de não poder contar com os retornos dos zagueiros Xandão e Rhodolfo. O comandante recorreu até ao meia-atacante Cícero para compor o setor durante a atividade.

O técnico iniciou a atividade no CT da Barra Funda com o paraguaio Piris e o volante João Vitor na defesa. O trabalho, porém, não exigiu tanto do setor e deu preferência à marcação ofensiva, com Rivaldo, Dagoberto e Lucas adiantados.

Na segunda parte, Adilson inverteu as posições, passando Zé Vitor para o meio de campo, com Cícero na zaga. O jogador, autor de dois gols na vitória sobre o Avaí, há duas semanas, chegou a atuar como volante e lateral-direito na passagem do treinador pelo Figueirense.

A falta de opções no elenco, aliás, fez o treinador improvisar ainda mais. O auxiliar Ivair Júnior e os goleiros reservas Leo, Leonardo e Denis treinaram como jogadores de linha na composição da equipe suplente.

Apesar do treino, o São Paulo não está escalado para enfrentar o América-MG, quinta-feira, às 21h, em Sete Lagoas, pelo Campeonato Brasileiro. O técnico ainda espera pela liberação dos zagueiros Xandão (coxa direita), Rhodolfo (coxa esquerda) e do volante Rodrigo Caio (joelho esquerdo).

Os atletas treinarão no período da tarde e, apenas na quarta-feira, saberão se terão condições de viajar a Belo Horizonte.

O São Paulo treinou com a seguinte formação: Rogério Ceni, Jean, Piris, Zé Vitor (Fernandinho) e Juan; Wellington, Carlinhos Paraíba, Cícero e Rivaldo; Lucas e Dagoberto.            

veja também