MENU

Sérgio Soares assume a culpa pela derrota do Furacão

Sérgio Soares assume a culpa pela derrota do Furacão

Atualizado: Segunda-feira, 17 Janeiro de 2011 as 9:28

O técnico Sérgio Soares lamentou a estreia com derrota do Atlético-PR no Estadual 2011. Neste domingo, a equipe foi surpreendida pelo Arapongas dentro da Arena da Baixada. Depois de um péssimo primeiro tempo, o Atlético ainda tentou reagir na partida, marcando com o lateral-esquerdo Paulinho, mas teve que amargar o resultado negativo na primeira partida do Estadual (2 a 1).

Na opinião do treinador, o time sentiu o curto tempo de preparação para o início das partidas.

- O aspecto físico pode ter uma evolução. Vamos trabalhar o processo de recuperação de hoje para o jogo de quarta-feira (contra o Corinthians-PR). Tem que ter essa evolução no aspecto físico. A gente sabe que a qualidade vai melhorando a partir do momento que você vai ganhando essa condição. É lógico que quarta está muito em cima, mas teremos muito mais atenção do que aconteceu hoje (domingo) - ressaltou o comandante rubro-negro.

Para a estreia, Soares escalou Deivid na equipe titular, mas acabou substituindo-o por Branquinho ainda no primeiro tempo. Mesmo melhorando de produção, o Furacão não teve tempo de reagir e o placar permaneceu inalterado na Baixada.

- Procuramos trabalhar com a formação que já estávamos acostumados. Assumo a responsabilidade e vamos trabalhar para nos fortalecermos na sequência da competição. Não estamos no aspecto físico ideal, mas a nossa equipe vai crescer, mostrou que tem qualidade. Vamos procurar melhorar a cada rodada - avaliou.

Mesmo com a mudança de postura na etapa final, o treinador atleticano lamentou a lentidão e falta de atenção do grupo.

- Estamos iniciando a temporada e, jogando com um adversário que jogou do meio pra trás, dificulta um pouco e cria essas situações de lentidão. Erramos passes que em uma situação normal não erramos, mas é normal. O que não é normal é tomar gol com tanta falta de atenção. Melhoramos no segundo tempo, mas foi mais na base da superação. Não esperávamos esse resultado, sabíamos que teríamos dificuldades, mas faltou concentração para não sermos surpreendidos - finalizou.

veja também