MENU

Setor esquerdo da defesa brasileira apresenta falhas contra Tanzânia

Setor esquerdo da defesa brasileira apresenta falhas contra Tanzânia

Atualizado: Terça-feira, 8 Junho de 2010 as 8:53

A seleção brasileira encerrou seu período de testes para a Copa do Mundo de 2010 com uma fácil goleada de 5 a 1 sobre a Tanzânia. Mas o resultado não encobriu as falhas da defesa pelo lado esquerdo, principalmente na primeira etapa.

Menos pelo gol sofrido, mais pelos erros, a partida pôs uma pulga na orelha naqueles que dão ao Brasil o título de ter a melhor defesa do mundo na atualidade. A cabeçada de Azziz pôs fim a 596 minutos de invencibilidade verde-amarela - a última vez que a equipe havia sido vazada fora na derrota para a Bolívia por 2 a 1, em La Paz, no dia 11 de outubro de 2009. Foram cinco jogos seguidos sem sofrer gol.

O primeiro vacilo do setor amarelo ocorreu cedo. Aos sete minutos, Kig recebeu pela esquerda e invadiu a área. Sem cobertura, Juan deu o bote e levou o corte. O tanzaniano cruzou e Lúcio apareceu para intervir de cabeça, quase fazendo contra.

Mais dois minutos e nova falha. Ngasa recebeu lançamento longo nas costas de Michel Bastos. O lateral correu, mas não alcançou o adversário. O arremate, porém, saiu fraco e nas mãos de Gomes. O goleiro substituiu o titular Julio Cesar, que se recupera de uma pancada nas costas e sequer viajou para Dar es Salaam.

Aos 22, Felipe Melo e Michel Bastos foram envolvidos por Ngasa, que tabelou um companheiro. Com campo livre, ele avançou à linha de fundo e cruzou para trás. Kig bateu da entrada da área, e a bola raspou o travessão.

Além dos erros de posicionamento, o Brasil levou um susto após uma falha individual. Michel Bastos não matou a bola, Shadrak foi em frente e bateu cruzado para mais uma defesa de Gomes. O gol tanzaniano saiu em mais uma bobeada do lado esquerdo, mas já no fim da partida. Aos 41 da etapa final, Aziz se antecipou a Juan em cobrança de escanteio e cabeceou sem chance para o goleiro.

Postado por: Cristiano Bitencourt

veja também