MENU

Simples e eficiente na marcação, Grêmio vence o abatido Avaí em SC

Simples e eficiente na marcação, Grêmio vence o abatido Avaí em SC

Atualizado: Segunda-feira, 26 Setembro de 2011 as 8:36

O Grêmio fez o 'feijão com arroz' neste domingo para vencer o Avaí, por 2 a 1, na Ressacada, em Florianópolis, em jogo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, e respirar um pouco na tabela. Em jogo de baixa qualidade técnica, os gaúchos levaram a melhor com gols de Mário Fernandes e Douglas - Pedro Ken descontou - e chegaram aos 33 pontos na tabela, uma distância de oito para o primeiro time da zona do rebaixamento e para o primeiro time da zona da Libertadores.

Já a situação dos catarinenses é dramática. Com 22 pontos, o time segue em penúltimo lugar e com riscos cada vez maiores de ser rebaixado. Na próxima rodada, o Avaí sai para enfrentar o Bahia, sábado, no Pituaçu, enquanto o Grêmio recebe o Cruzeiro, domingo, no Olímpico.

O duelo começou com muitos passes errados e falta de inspiração dos dois lados. Com os laterais presos na marcação e os meias sem criatividade, as chances de gol eram raras. O Grêmo investia nas bolas cruzadas, na esperança de uma cabeçada de André Lima, mas a defesa do time da casa levava a melhor. No Avaí, Lincoln era o jogador mais perigoso, dando um toque de qualidade ao time carente de técnica.     Marquinhos festeja com Mário Fernandes o primeiro gol do Grêmio na Ressacada (Foto: Futura Press)     O equilíbrio era grande em todos os fundamentos: 11 passes errados para cada lado, uma finalização a mais para o Grêmio (8 contra 7 do Avaí) e duas boas oportunidades para cada. A primeira, para os gaúchos, aos 24, quando Escudero cruzou da esquerda, André Lima se antecipou ao marcador e desviou com a ponta da chuteira, mas Felipe defendeu. A resposta da equipe da casa foi dada aos 30, em cobrança de falta perigosa de Fernandinho que Victor espalmou.

Jogador de Seleção Brasileira faz a diferença

O Grêmio reclamou muito logo depois, quando Douglas partia para o gol e acabou derrubado por Gustavo Bastos na entrada da área. O zagueiro do Avaí era o último homem e deveria ter sido expulso, mas recebeu apenas o cartão amarelo. A falta de inspiração que pautava o jogo até então foi deixada de lado aos 42 minutos, graças a um jogador de Seleção Brasileira. Após bobeada de Batista, Mário Fernandes partiu em velocidade, entrou na área, deslocou Gian e bateu de canhota. A bola ainda bateu no goleiro Felipe, que não conseguiu a defesa, e entrou: 1 a 0.

A vantagem gremista ficou maior logo no início do segundo tempo. Mais ligado, o time de Celso Roth fez 2 a 0 no primeiro minuto. Escudero subiu em velocidade e, quando faria o cruzamento, Gustavo Bastos tentou fazer o corte, mas o chute de bico espirrou e a bola sobrou limpa para Douglas bater cruzado: 2 a 0. Pressionado até o pescoço, o Avaí foi obrigado a sair mais para o jogo. O técnico Toninho Cecílio trocou o volante Batista pelo atacante Rafael Coelho.

Mas a marcação gremista era eficiente e barrava as investidas do Avaí, que parecia cada vez mais abatido com a péssima situação na tabela. Se por baixo estava complicado, a maneira encontrada pelo time da casa foi ir pelo alto. Aos 25, após cobrança de escanteio, Pedro Ken desviou, a bola ainda bateu na cabeça de Gilberto Silva e entrou: 2 a 1.

O gol animou o Avaí, que partiu com tudo para buscar o empate. Cleverson e Estrada entraram nas vagas de Róbson e Arlan. No Grêmio, Celso Roth lançou Brandão e Adilson nos lugares de André Lima e Marquinhos. Satisfeito com o resultado, os gaúchos se fecharam bem, e o Avaí não mostrou força para empatar. Final: 2 a 1.        

veja também