MENU

Skate: Um esporte que chegou para ficar

Skate: Um esporte que chegou para ficar

Atualizado: Segunda-feira, 26 Dezembro de 2005 as 12

Juliano Rodrigues

[email protected]

Por motivo de existirem períodos de mar muito calmo, com poucas ondas, surfistas criaram, na década de 60, uma nova modalidade de lazer, o skate. Apareceu nos Estados Unidos no qual surfistas colocaram rodinhas de patins em um pedaço de madeira que imitava uma prancha. Rapidamente o skate começou a ser praticado por um grande número de adolescentes, criando a sua própria identidade, com manobras e regras. Seu nome definitivo passou a ser Skateboard.

Na década de 70 foi criado um novo material que passou a ser a matéria prima para a fabricação das rodinhas do skate, o uretano. Esse material propiciou uma maior dinâmica na realização de manobras o que antes era limitado pelo fato de se utilizar na fabricação  um material muito rígido e impulsionou a caracterização do skate como esporte popular.

Chegou ao Brasil em 1965, trazido por surfistas internacionais que iam aos Estados Unidos para surfar. Em pouco tempo o esporte tornou-se popular entre os jovens. A primeira pista no Brasil foi construída em 1974 e a partir daí começou-se a realizar competições da modalidade.

A partir dos anos 80 o skate passou a ser visto como um produto comercial bastante interessante o que gerou um maior investimento no mercado nacional expandindo ainda mais o esporte. Mas sua maior evolução aconteceu anos mais tarde na década de 90 quando o esporte ganhou espaço na mídia, no mercado, aumentando e muito o número de praticantes.

Hoje o Brasil é uma grande potência no esporte com atletas consagrados que representam o país nos campeonatos realizados por todo o mundo.

Leia também:

Skate: Um esporte que chegou para ficar Rapel a técnica que virou esporte Rally O Surf ganha o mundo  

veja também